quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Proponha-se metas realistas para o próximo ano Feliz 2011!

Como tradição, chega a época em que nos propomos inúmeras metas a serem alcançadas nos próximos 365 dias. Fazemos um balanço do ano: o que foi bom e o que deixou a desejar, conquistas realizadas e outras frustradas, como evoluímos financeiramente ou nos comprometemos com dívidas, amores descobertos ou vínculos desfeitos, crescimento profissional ou emprego perdido, cursos iniciados e nem sempre finalizados, promessas de atividades físicas regulares mesmo tendo aquela preguiça.

É claro que nem tudo é oito ou oitenta: sua vida pode não ter tido grandes alterações, e continua boa, tranqüila, realizada ou ainda indefinida, sem rumo, em busca de algo que não apareceu com clareza.
Lembre-se de que para as coisas acontecerem é necessário planejamento, investimento (de tempo, dinheiro e energia), força de vontade...
A "desculpa" de nos colocarmos metas para o próximo ano é válida para que sejamos obrigados a fazer um balanço da vida, analisar o que precisa ser mudado ou dar-se conta do que já conseguimos nos apropriando dos pontos positivos e passos dados, do próprio crescimento. Vale também analisarmos a qualidade de nossas relações afetivas, com quem estamos nos relacionando, se somos verdadeiros com o que sentimos e queremos.
Para evitar futuras frustrações, construa metas atingíveis, nada mirabolantes. É comum encontrarmos aqueles que programam "mega" viradas na vida e chegam ao final do próximo ano do mesmo jeito que começaram - ou talvez mais frustrados por não terem, mais uma vez, dado conta do que se propuseram a fazer. Frases como: vou falar inglês fluentemente (mas ainda não fala nada), farei uma viagem para o exterior (e não possui qualquer dinheiro guardado), encontrarei o amor da minha vida (quem sabe...), mudarei de emprego, reformarei a casa, frequentarei a academia todos os dias.
Lembre-se de que para as coisas acontecerem é necessário planejamento, investimento (de tempo, dinheiro e energia), força de vontade, uma dose de risco, boa noção da realidade e uma boa dose de sorte!
Então, chega de ficar parado esperando a vida passar, só reclamando, fazendo-se de vítima do azar e corra atrás do que precisa, de seus desejos, mas sempre dando passo após passo, e nunca querendo alçar vôos intransponíveis.
Bons planos e um ótimo ano pela frente!

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Conheça sete motivos para consumir linhaça

Conheça sete motivos para consumir linhaça


A semente acelera a dieta, faz bem para o coração e até renova a peleDe uns tempos para cá, a linhaça ganhou destaque nos cardápios, supermercados e pesquisas científicas. E não é à toa: a sementinha tem muitos benefícios a oferecer ao organismo. A linhaça é ótima fonte de ômegas 3 e 6, por isso, ela só traz vantagens à sua dieta, além de ser um importante agente antioxidante e renovador celular. "Ela é rica em fibras e gorduras boas, as insaturadas. Assim, o consumo desse alimento ajuda a melhorar a alimentação", explica a nutricionista do Dieta e Saúde, Roberta Stella. Porém, além de boa pedida para a dieta, a semente tem outros benefícios importantes. Confira abaixo:

1.Combate o excesso de peso
Para quem precisa perder uns quilinhos, a linhaça pode ser mais do que uma aliada, como descobriu um estudo recente realizado pela Unicamp. De acordo com os pesquisadores, os ácidos graxos insaturados, ou seja, ômegas-3, 6 e 9, são capazes de interromper ou até mesmo reverter um processo inflamatório do hipotálamo, causada pela ingestão das gorduras saturadas que consumimos juntas com fast food, carnes vermelhas e derivados do leite.
Mas, o que o hipotálamo tem a ver com a dieta? Na verdade, muita coisa, já que uma das funções dessa região do cérebro é responsável por sinalizar ao organismo o quanto de comida tem no seu organismo. Em outras palavras, o hipotálamo - que liga o sistema nervoso ao sistema endócrino - controla o apetite. Quando a região está inflamada, parte dos neurônios morre, entre eles, os que estão ligados à sensação de saciedade, facilitando, portanto, o consumo de alimentos em excesso.
2.Previne doenças do coração
A grande quantidade de ômega-3 também faz com que esse alimento seja um forte combatente das doenças cardíacas. "A linhaça reduz e evita a formação de coágulos ao diminuir as taxas de colesterol total e de LDL, o colesterol ruim, além de contribuir também para a diminuição de pressão arterial. Tudo isso, deixa o coração mais protegido", explica a nutricionista da rede Mundo Verde, Flávia Morais.
3.Ajuda na saúde dos olhos e no sistema imunológico
Não é só cenoura que faz bem para os olhos. A linhaça também não fica atrás. O consumo do óleo é uma boa alternativa para o tratamento de deficiência lacrimal e ainda reduz a inflamação ocular. Tudo graças às suas propriedades antioxidantes que, ainda por cima, dão aquele reforço ao sistema imunológico, diminuindo as chances de doenças em geral.
4.Equilibra o sódio do organismo
O consumo de sódio em excesso pode ser um gatilho para doenças cardiovasculares, como hipertensão e infarto. Porém, a nutricionista Roberta Stella explica que o consumo regular de linhaça auxilia os rins a excretar água e sódio, evitando a retenção de líquido.
5.Alivia sintomas da TPM
Aliada da mulher, a linhaça desempenha papel importante no equilíbrio hormonal, devido à grande concentração de substâncias chamadas lignanas, que imitam a ação do estrógeno, hormônio feminino. Quando as mulheres estão em período de baixa de estrógeno, no período pré-menstrual ou na menopausa, a linhaça age como se fizesse uma reposição natural desse hormônio, ajudando na prevenção de ondas de calor e fraqueza emocional.
6. Renova a pele
A clínica geral Marcia Franckevicius explica que o consumo regular de semente de linhaça deixa a pele mais hidratada e suave. " Por isso, a semente pode melhorar o quadro de quem tem psoríase ou eczema, condições que deixam a pele muito seca e com rachaduras", explica.
7. Garante mais energia para o dia a dia
De acordo com a especialista Marcia Franckevicius, a linhaça, ainda por cima, garante ao corpo um aumento de energia e de vitalidade. "A linhaça acelera o metabolismo, o que garante eficácia na produção de energia celular e ajuda a recuperar a fadiga muscular."
Linhaça para todos os gostos
A boa notícia é que ela é versátil também no que diz respeito à culinária. "Triturando a semente é possível utilizá-la no preparo de diversas receitas como bolos, tortas, recheios, farofas. Por outro lado, utilizar a semente inteira pode deixar a preparação crocante. Consumir com frutas, iogurtes, misturadas a cereais matinais são boas formas de ingestão para quem não gosta muito gosto dela", explica Roberta Stella, do Dieta e Saúde. Para te ajudar a incluir essa maravilha no seu cardápio, a nutricionista do Dieta e Saúde selecionou algumas receitas. Confira abaixo:
Molho de Linhaça
Ingredientes:
2 colheres (sopa) de vinagre de maçã
½ xícara (chá) de sementes de linhaça
½ xícara (chá) de azeite
1 colher (sopa) de manjericão picado
1 dente de alho
Sal a gosto Pimenta-do-reino branca a gosto
Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva.
Rendimento: 12 porções
Total de pontos por porção: 4
Valor calórico e nutricional (por porção): Calorias: 124,8 Kcal, Carboidratos: 3,1 g, Proteínas: 1,4g, Gorduras: 11,7 g
Vitamina com Linhaça
Ingredientes:
1 copo de leite desnatado
1 colher (sopa) de mel
1 unidade de banana nanica
1 colher (sopa) de sementes de linhaça
Modo de fazer: Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva.
Rendimento: 2 porções
Total de pontos por porção: 5
Valor calórico e nutricional (por porção): Calorias: 164,4 Kcal, Carboidratos: 26,6 g, Proteínas: 5,7 g, Gorduras: 4,3 g
Torta de milho com linhaça
Ingredientes:
3 xícara (chá) de milho cozido
1 pote de iogurte natural desnatado
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 xícara (chá) de trigo integral
3 colheres (sopa) de semente de linhaça
1 cebola picada
1 colher (sopa) de fermento em pó Salsa a gosto
Modo de fazer:
Bata o milho no liquidificador e acrescente o restante dos ingredientes na ordem acima. Bata por alguns minutos. Desligue o aparelho e misture a salsa. Coloque numa assadeira média untada e asse em forno pré-aquecido até dourar.
Rendimento: 2 porções
Total de pontos por porção: 4
Valor calórico e nutricional (por porção): Calorias: 145,8 Kcal Carboidratos: 23,9 g Proteínas: 5,2 g Gorduras: 4,4 g
Maçãs com creme de linhaça
Ingredientes:
1 copo de iogurte desnatado
1 xícara (chá) de creme de leite light
Adoçante à gosto
2 maças (verdes ou vermelhas) com casca, cortadas em cubos ou em lâminas e temperadas com limão
1 colher (sopa) de sementes de linhaça Folhas de hortelã
Modo de Preparo:
Misture o iogurte, o creme de leite e o adoçante. Despeje sobre as maçãs e salpique as sementes de linhaça. Decore com as folhinhas de hortelã
Rendimento: 2 porções
Total de pontos por porção: 5
Valor calórico e nutricional (por porção): Calorias: 176,2 Kcal Carboidratos: 26,9 g Proteínas: 4,4 g Gorduras: 5,0 g -
Você sabia?
Linhaças moídas podem ser usadas para substituir ovos em panquecas, biscoitos, bolos e bolinhos, pois ficam leves e úmidas. Para conseguir esse efeito, você deve moê-las no liquidificador e guardá-las no freezer.
Ingredientes:
1 colher de sopa de linhaças moídas (moa 1 xícara no liquidificador e guarde o restante no freezer); 3 colheres de sopa de água potável
Preparo:
Misture a farinha e a água em uma tigela pequena. Deixe descansar por 1 a 2 min. (Fica muito espessa se ficar mais tempo). Em algumas receitas bem líquidas as sementes de linhaça moídas podem ser agregadas diretamente aos componentes secos.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

22 dicas para você persistir na dieta

Que atire a primeira pedra quem nunca começou e parou várias dietas. "A persistência é, ao mesmo tempo, o segredo e o maior desafio de quem vive na luta contra os quilos a mais. Por isso, o acompanhamento profissional é tão importante. Ele dá aquele incentivo extra, que faz a diferença na hora de respirar fundo e continuar com o cardápio balanceado", orienta Sonia Trecco, nutricionista-chefe do Serviço de Atendimento Ambulatorial do Hospital das Clínicas.

Alguns macetes, que podem até parecer bobos, também ajudam a controlar a boca. "Descansar os talheres entre uma garfada e outra e fazer um diário anotando tudo o que come diariamente são bastante úteis, principalmente nas fases mais críticas", ensina a nutri (veja mais dicas abaixo).
Quando o ato de comer, no entanto, transforma-se num vício a melhor saída é buscar ajuda de um psicólogo. "As pessoas não engordam por acaso", diz a psicanalista Andreneide Dantas, da Clínica Escuta Analítica. "É importante questionar quando você começou a engordar e por quê. Reparo que muitas mulheres engordam depois que têm filhos, por exemplo. Muitas vezes, isso acontece porque elas passam a assumir só o papel de mãe e se esquecem de que são mulheres".
Quando emagrecer vira um desejo real, e não um disfarce para alguma outra vontade a perda de peso é certa. Isso porque não vai existir sorvete com cobertura ou picanha na brasa que consiga derrotar o seu empenho contra a balança.
Um outro truque que ajuda a encontrar motivação naqueles momentos mais críticos é recorrer a um álbum de fotografias. "Assim que decidir fazer um regime, tire uma foto sua. E vá repetindo os cliques uma vez por mês, fica muito mais fácil notar a diferença e seguir adiante", sugere a psicanalista.

Com ajuda dela e da nutricionista do Hospital das Clínicas, separamos uma série de dicas que vão ajudara você a respirar fundo e seguir adiante. Sem cara feia ou muxoxo.
1-Comece fazendo um diário de tudo o que come diariamente e avalie se tudo o que ingere é realmente necessário.
2-Pense se você não está comendo para preencher algum vazio existencial . Se achar que sim, procure uma maneira de solucionar o problema. "Banhá-lo" de chocolate ou caramelo só complica a sua situação.
3-Procure sua nutricionista a cada 20 dias, para que ela possa acompanhar o desenvolvimento da sua dieta. "Digo sempre que, no mínimo, 50% da dieta, o paciente tem que cumprir" , afirma Sonia Trecco.
4-Compre aquele aparelhinho chamado podômetro (que mede os passos) e coloque-o na cintura diariamente. O ideal é caminhar de 10 a 12 mil passos. Vale todas as possibilidades de se exercitar, como subir escadas ou parar o carro mais longe quando for ao trabalho.
5-Coloque na sua cabeça que caminhar todo dia um pouquinho vai fazer bem não só para a sua dieta, como para a sua saúde. Para quem está muito acima do peso, o ideal é começar devagar, caminhando cerca de 10 minutos por dia, aumentando gradativamente.
6-Toda vez que for comer, lembre-se de que você está fazendo uma degustação e, por isso, precisa mastigar devagar, sentindo o sabor dos alimentos. Entre uma garfada e outra, descanse os talheres.
7-Não coma no sofá ou em frente ao computador ou da tevê. Lugar de se comer é à mesa, onde você presta atenção nos alimentos e evita exageros.
8-Nunca coma com as mãos (por exemplo: salgadinhos, amendoim, bolacha etc) porque assim não é possível ter a noção certa de quanto está consumindo. Até fruta oriento para que seja picada e colocada num prato , orienta Sonia Trecco.
9-Lembre-se sempre de que não é possível dormir gordo e acordar magro. Você demorou meses e, às vezes, até anos para engordar. Também vai demorar um pouco para emagrecer. Mas nada de desanimar.
10-Não existe fórmula mágica. Mas pode reparar: fazendo tudo certinho, todos os dias você enxuga um pouquinho da barriga.
11-Aquela velha lição continua valendo: faça de quatro a cinco refeições diárias, intercalando com frutas.
12-Muita salada ajuda a enganar o estômago e comer menos nas refeições. Procure verduras e legumes que você goste e não sejam muito calóricos. Oriente-se pela cor dos alimentos, ou seja, quanto mais variado, melhor.
13-Tome muita água durante o dia. Mas entre as refeições, e não durante. Os líquidos em excesso dificultam a digestão. Em excesso. Um copinho de refrigerante light, do seu suco favorito ou de água está liberado.
14-Se aparecer um programa que inclua pizza, não precisa sair correndo. Procure diminuir a quantidade. "Em vez de quatro pedaços, coma dois, e prefira as menos calóricas como de mussarela ou de verduras" , aconselha Sonia Trecco.
15-O mesmo vale para os doces. Se der aquela vontade desesperada de comer um quindim, não adianta substituir por uma maçã, porque a vontade vai permanecer. Então, o ideal é comer um pedaço bem pequeno do seu doce preferido. Porém, evite ter um estoque de doces em casa. Se der vontade, saia para comprar. Pode ser até que a preguiça seja maior que a vontade e aí você desista.
16-Não fique se achando a pior pessoa do mundo porque está sentindo fome no início da dieta. Dá fome mesmo. Então, use os truques acima para persistir.
17-Procure comer nos horários corretos para disciplinar o seu organismo e não sentir fome o dia todo.
18-Tenha sempre à mão alimentos como tomate, pepino, pedacinhos de queijo branco ou frutinhas picadas. Eles são ideais para enrolar a fome. Procure levar para o trabalho uma fruta, barra de cereais ou torradas.
19-Mesmo que esteja atrasada, não pule nunca o café da manhã nem as outras refeições.
20-Nunca entre em casa pela porta da cozinha. Ao chegar do trabalho, o melhor é ficar na sala, tomar um banho, relaxar e só então fazer a refeição.
21-Se é o seu primeiro regime, recorra às dicas da psicóloga. Colocar uma foto, em que você aparece gorda, na porta da geladeira é um estímulo poderoso.
22-Vá tentando diariamente experimentar aquela calça que você tanto gosta e não te serve. Pense que você logo, logo vai conseguir entrar nela.

10 dicas para reverter os exageros das festas

Se você não resistiu e abusou nas festas de fim de ano, é hora de assumir os deslizes e tratar de consertar o estrago. O verão está só começando e não é hora de esconder o corpo em roupas largas
A Clinica Renata Fontany, quer ajudar você a recuperar a boa forma e, por isso, separou algumas dicas para pôr em prática desde já. Elas trazem resultado imediato e valem para os dias de preguiça em casa e também para os passeios e viagens.
1. O exagero nas comemorações do final de ano não deve ser compensado por dias e dias de uma excessiva restrição. O resultado poderá ser o oposto do que o desejado caso você não suporte a fome.
3. Na primeira semana, faça um diário alimentar.
Anote tudo o que você come e a hora em que isso acontece. Sabendo identificar os períodos de maior fome e os erros alimentares, ficará mais fácil reorganizar a alimentação.
4. Não pule nenhuma refeição, inclusive o café da manhã. O jejum faz com que a fome fique acumulada, podendo levar a algum exagero, principalmente, à noite.
5. Faça pequenos lanches entre as refeições principais.
Opte por frutas, biscoitos integrais, barrinhas de cereais ou iogurtes desnatados.
6. A relação entre ingerir carboidratos após às 18 horas e ganhar peso não passa de mito.
Entretanto, é importante que os alimentos estejam bem distribuídos durante o dia, evitando uma elevada concentração no período noturno, principalmente se você vai dormir logo após o jantar.
7. Substitua os alimentos tradicionais por outros com menos teor de gorduras. Leites desnatados, iogurtes light, queijos brancos são as melhores opções.
8. Compare os rótulos dos alimentos para verificar se a substituição do integral pelo light vale a pena.
9. Faça preparações que não acrescentam muitas calorias aos alimentos como, grelhados, cozidos e assados.
10. A atividade física favorece a eliminação de peso. Faça exercícios diariamente. Quanto mais se movimentar, maior será o seu gasto calórico.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Filtro solar,qual o melhor fator?

já se protegeu do sol hoje?

Pois saiba que o aquecimento global exige uma escolha mais rigorosa do protetor solar. Aqui, tudo o que você ainda precisa saber
A estatística chega a arder na pele: só 32% dos brasileiros que se expõem ao sol usam protetor solar — o que significa que 68% literalmente fritam em nossas praias e piscinas, no campo ou na cidade, correndo riscos que vão da simples ardência ao envelhecimento precoce e ao câncer de pele. A conclusão é de uma pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC) e confirma dados levantados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.
Parece coisa de criança: quando chega o verão é tão grande o desespero para se livrar do chamado ‘branco escritório’ que o povo fica surdo ao alerta dos médicos, como se os perigos tão divulgados fossem lendas.
Essas pessoas não sabem ou não acreditam que as conseqüências do descuido só aparecem com o tempo. Os danos provocados pelos raios ultravioleta A e B do sol (UVA e UVB) são cumulativos e sem volta — ou seja, cada hora de exposição solar sem a devida proteção causa lesões irreversíveis e vai alterando o DNA das células, mesmo que você não perceba. E são essas alterações que podem levar ao aparecimento de câncer.
O melanoma, tipo mais letal de tumor maligno de pele, tem crescido nas últimas três décadas e pesquisadores dos EUA acreditam que a doença deve atingir 60 mil americanos até o final de 2007.
E mais: mesmo entre os 32% que utilizam filtro solar, a preferência recai sobre produtos com fator baixo de proteção, ou FPS 8, que não protege como deveria.
“O mínimo recomendado para pessoas com pele moreno-clara e cabelos escuros é o FPS 15, enquanto loiras e ruivas branquinhas devem usar o FPS 30”, explica a dermatologista paulistana Glícia Icae Rodante, da Sociedade Brasileira de Laser.
O PRODUTO IDEAL TEM FPS ACIMA DE 15 E CONSEGUE BLOQUEAR OS DOIS TIPOS DE RAIOS ULTRAVIOLETA NOCIVOS À SAÚDE DA PELE, O UVA E O UVB. MESMO ASSIM, NENHUM DELES ATÉ O MOMENTO É CAPAZ DE GARANTIR 100% DE SEGURANÇA
Já há muitos produtos com FPS 60. Mas, mesmo o FPS 100, que é o índice mais alto disponível no mercado, não chega a proteger completamente. “A proteção não é proporcional: no FPS 30 em torno de 96,7%, no FPS 40 atinge 97,5% e no FPS 100 alcança 99%, mas nenhum protege 100%”, garante Glícia.
Mas os produtos do mercado nos oferecem segurança dentro desses percentuais? Sim, desde que protejam contra os raios UVB e UVA e sejam usados corretamente — isso significa aplicar o filtro 30 minutos antes da exposição solar, reaplicar a cada duas horas, após cada mergulho ou caso você transpire muito.
PPD: guarde esta sigla
O uso de filtro solar na fórmula dos bronzeadores passou a ser obrigatório no Brasil em 1983, mas desde o seu surgimento nos Estados Unidos, em 1962, eles só protegiam contra os raios UVB. Acreditava-se que esses raios os mais perigosos por provocarem queimaduras.
Os raios UVA, de intensidade constante durante todo o dia (os UVB são mais ativos entre 10 e 16 horas), eram considerados inofensivos. “Até que novos estudos demonstraram que o UVA não é um raio bonzinho”, observa a dermatologista Mônica Carvalho, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e médica voluntária do ambulatório de Dermatoscopia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).
AS CRIANÇAS E O SOL
Os cuidados precisam ser redobrados no caso dos pequenos. A garotada é capaz de brincar o dia todo fora de casa e deve usar protetor sempre que exposta ao sol — e não apenas na praia ou na piscina. “A falta de proteção nos primeiros 20 anos de vida é a que vai causar danos na idade madura”, explica a dermatologista Mônica Carvalho, da Unifesp.
Até seis meses de idade, o bebê precisa de filtro solar físico no corpo todo. Já o químico, só quando tiver mais de seis meses. “O motivo é a alergia: o filtro UVA pode desencadear fotossensibilidade na pele fininha do bebê e necessita de maior proteção — garantida pelo protetor físico, com menos contra-indicações”, esclarece a médica Glícia Icae. Dica importante para os pais: deixar o filho embaixo do guardasol ou dentro d’água não funciona. “A radiação atravessa o tecido e a água e a areia reagem como amplificadores. Por exemplo, a água aumenta a reflexão do raio solar em 5%, e a areia, em 25%”, adverte Glícia.
Nem em local com neve é possível relaxar: o gelo amplifica a radiação solar em 35%!
AINDA NÃO HÁ CONSENSO PARA CLASSIFICAR A PROTEÇÃO CONTRA O UVA. MAS ELE DEVE ATINGIR AO MENOS UM TERÇO DO FPS DO UVB
“Além de ser o principal responsável pelo envelhecimento precoce, o UVA causa mutação no DNA das células e pode levar ao câncer. Também é uma das causas de manchas e de alergia ao sol”, explica Mônica.
Essas descobertas provocaram uma revolução na indústria de protetores solares, uma vez que a proteção contra o UVA passou a ser exigida. E surgiu a polêmica: enquanto a medida padrão para classificar filtros UVB é o FPS, não há consenso para classificar a proteção contra o UVA. As duas mais utilizadas são o PPD (“Persistent Pigment Darkening”) e a porcentagem, mas nem todos os filtros trazem essa informação na embalagem e, quando ela consta, as medidas variam.
Como acontece na União Européia, a Food and Drugs Administration (FDA) — agência que regulamenta remédios e alimentos nos EUA — propôs constar que os níveis de proteção sejam representados por estrelas: uma estrela é uma proteção mínima contra os raios UVA; duas estrelas, proteção média; três, alta proteção; quatro, proteção máxima. Assim, o produto em que não constar uma estrela, no mínimo, a FDA sugere que o fabrincante avise na embalagem que “não há proteção contra UVA”.
“Enquanto o sistema de estrelas não for adotado, vale conferir se na embalagem consta o PPD, além do tradicional FPS”, esclarece Mônica Carvalho, da Unifesp. “Se o protetor tiver, por exemplo, FPS 30 e PPD 10, a pele já está bem protegida contra o UVA, apesar de no mercado existirem filtros com PPD 20, porque uma proteção que atinja um terço do FPS já é adequada”, garante.
Proteção extra
Nada substitui o uso dos filtros solares, mas muitas novidades podem aumentar ainda mais a proteção contra as radiações solares:
PROTETOR ORAL, EM CÁPSULAS, FEITO À BASE DE SUBSTÂNCIAS NATURAIS, COM PROPRIEDADES FOTOPROTETORAS, AJUDA A DIMINUIR OS DANOS QUE OS RAIOS UV CAUSAM À PELE. As cápsulas Heliocare, já utilizadas nos EUA, aguardam a liberação pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para serem comercializadas no Brasil. Sua fórmula contém betacaroteno, extrato de chá verde e de Polipodium Leucotomos (planta similar à samambaia), e ajuda a proteger a pele contra queimaduras solares.
ROUPAS COM FIOS ESPECIAIS QUE BARRAM A AÇÃO DOS RAIOS UV EM 98% já são fabricadas no Brasil pelas empresas UVline e a Sun Cover. “Elas são indicadas para pessoas que não podem se expor às radiações solares, como pacientes que já desenvolveram câncer de pele”, observa a dermatologista Mônica Carvalho, da Unifesp.
PROTEÇÃO DOS OLHOS COM LENTES DOTADAS DE BLOQUEIO DOS RAIOS UVB É UMA RECOMENDAÇÃO DA ACADEMIA AMERICANA DE OFTALMOLOGIA. “E deve ser levada em conta, porque a radiação solar nos olhos predispõe à catarata, doença que causa cegueira”, adverte a médica Mônica Carvalho. Atualmente, as lentes que possuem a maior proteção do mercado são fabricadas pela Johnson & Johnson: é a ACUVUE® ADVANCE™ com HYDRACLEAR™, que chega a bloquear 93,3% dos raios UVA e 99,8% dos raios UVB.
NÃO SE ESQUEÇA DOS LÁBIOS E CABELOS
Os protetores para lábios e cabelos utilizam a mesma composição dos formulados para a pele, o que muda é o veículo. “Para o lábio, cuja pele é a mais sensível do corpo à exposição solar, o veículo é um bastão, geralmente a manteiga de cacau”, afirma Glícia Rodante, da Sociedade Brasileira de Laser. “No caso do cabelo, em especial para quem tem cabelos finos, claros ou tratados quimicamente, a substância química é colocada em um creme leave in (sem enxágüe), protegendo os fios contra o ressecamento, a lesão da cutícula e outros danos”.
COMO AGEM OS RAIOS UVA E UVB
O sol emite raios UV de diferentes comprimentos de onda e de energia variável. Os UVA (que também atravessam vidro) penetram até a camada mais profunda da pele, a derme, e atingem a Terra em intensidade constante durante todas as horas do dia. Ao mesmo tempo em que permitem o bronzeado, provocam fotoenvelhecimento e mutações carcinogênicas nas células. Os raios UVB, mais intensos entre 10 e 16 horas, penetram apenas na epiderme — a camada mais superficial da pele, cuja espessura varia de 0,2 mm a 4 mm — e são responsáveis pelas queimaduras e o câncer a longo prazo. Na camada mais profunda da epiderme estão os melanócitos, células que produzem melanina, pigmento marrom que dá cor à pele e é capaz de absorver os raios UV, protegendo o núcleo das células da epiderme. Por isso, quanto mais escura for a pele, maior é a produção de melanina e sua capacidade de autoproteção.
1- Os vasos capilares nutrem a epiderme e a derme. Os raios UVA provocam a dilatação desses vasos, impedindo-os de hidratar a pele
2- A ação dos raios UVA é mais profunda. Eles conseguem atingir a derme, alterar o DNA das células, e destruir as estruturas que dão elasticidade à pele. Resultado: rugas, manchas e maior risco de câncer
3- O suor é uma resposta ao aumento térmico
4- Os raios UVB penetram na camada mais superficial da pele, elevam sua temperatura e provocam a transpiração
5- O primeiro sinal da ação dos UVB é a vermelhidão. Depois, o bronzeado. Esses raios estimulam as células que produzem a melanina (o pigmento que dá cor à pele). A longo prazo, eles agridem o DNA das células protetoras da pele e podem levar ao câncer

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Os benefícios da água termal

Os benefícios da água termal


Saiba o que a água nutritiva e 100% pura pode fazer pela sua peleQuando a umidade relativa do ar chega em torno de 30%, coloca a cidade e a pele de muita gente em alerta. Para a saúde em geral a indicação é ingerir muita água e, para a pele, a regra não muda. Mas o líquido em questão é de um tipo ainda mais especial: a água termal.

O ideal é não esperar que o clima fique seco ou muito quente para usufruir de seus benefícios. Segundo especialistas, bastam algumas borrifadas para hidratar, acalmar e até equilibrar o pH da pele. "Por ter propriedades terapêuticas e conter nutrientes e oligoelementos, seu efeito geralmente é imediato, mesmo após um peeling, queimadura ou outra ação irritante", diz a dermatologista Flávia Addor, da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).
Água termal: propriedades benéficas para todos os tipos de pele
A dermatologista Carolina Ferolla, especialista em clínica médica, explica que a água termal é indicada até para as peles mais sensíveis, podendo ser aplicada inclusive nas assaduras de bebês. "O produto também é indicado para o ano todo. Além de evitar aquele ressecamento característico do inverno, ameniza os males do verão, como queimaduras de sol, sem contar que as borrifadas em dias de calor refrescam muito", indica Carolina. A especialista ainda acredita que o maior benefício é o equilíbrio da hidratação da pele. "Ela hidrata as mais ressecadas e diminui a oleosidade das mais oleosas. O produto, inclusive, auxilia no tratamentos médicos desses dois problemas", esclarece.
A dermatologista Carla Vidal explica que a água termal é um importante coadjuvante em tratamentos estéticos, sobretudo por que, além de suas propriedades calmantes e minerais, não tem efeitos colaterais. "Nesses casos, borrife antes de aplicar o cosmético em questão. E, se possível, converse com o médico sobre a melhor forma de uso", sugere.
O produto, além de ser encontrado em spray, também pode estar nas composições de alguns cremes hidratantes faciais e corporais. "Neste caso, vai estar descrito no rótulo. As empresas têm apostado muito neste componente. A água termal ainda pode reforçar o efeito dos ativos presentes nos cosméticos", avalia Carla.
Dicas de uso
Pode ser usada a qualquer hora do dia e em qualquer lugar. Ela pode, inclusive, ser levada na bolsa. "Apesar de não ter nenhum cuidado específico em relação ao seu armazenamento, deve ser abrigada do calor e da pressão, por estar contida em lata", alerta Flávia Addor, da SBD.
- Borrife pela manhã, ao acordar. Pode ser antes da maquiagem e de outros cosméticos.
- À noite, borrife novamente, após limpar a pele e antes de aplicar outro hidratante.
- No verão, deixe o frasco na geladeira para conferir ainda mais refrescância ao aplicar.
- Na praia, borrife após ou durante a exposição solar.
Saiba mais
O QUE É: Para ser termal a água deve ser pura, subterrânea e enriquecida pelos minerais contidos nas rochas. Ela contém até 2.000 mg de sais minerais provenientes do solo, sendo rica em selênio e zinco. Outra característica do líquido ainda na fonte é a temperatura elevada ( de 37 a 50 graus).
O QUE FAZ: Rica em nutrientes, tem ação calmante, anti-inflamatória, suavizante, antioxidante, cicatrizante e hidratante e ainda renova as células, devido ao gás sulfídrico.
Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do Instituto Mezzo de Cosmetologia e Estética, Paschoal Rossetti Filho afirma que todos os benefícios estéticos da água termal já foram comprovados cientificamente, mas, para chegar ao consumidor com estas vantagens, o líquido precisa ser extraído por meio de uma tecnologia especial. "A água precisa ser extraída de forma intacta para chegar ao consumidor de forma pura e com seus minerais preservados", diz.

Centella asiática: "fonte da juventudee tratamento para celulite"

Centella asiática: "fonte da juventude"

A centella asiática (Hydrocotyle asiatica) tem ação vasoprotetora, tonificando as artérias e as veias, ajuda na drenagem linfática, favorece a liquefação dos depósitos de gordura e facilita a eliminação das toxinas do interior das células, uma vez que uma depuração celular, o que não é fácil conseguir com outros produtos.
É usada nos casos de lepra, tuberculose, câncer de útero, lesões na pele, artrite, sífilis, hemorróidas, celulite e gordura localizada; normaliza a produção de colágeno, melhora a circulação sanguínea, evita câimbras e formigamento das pernas, favorece a eliminação das células gordurosas.
É muito usada para emagrecimento e tratamento da pele.
Na medicina tradicional chinesa é conhecida como planta da eterna juventude, sendo empregada como vitalizante e rejuvenescedora.
Alguns pesquisadores indianos administraram a erva em crianças em idade escolar e verificaram a melhora do nível de aprendizagem.

chá vermelho X chá verde

Um autêntico tratamento adelgaçante que associa os benefícios do chá a uma Alimentação equilibrada + . Ajuda a queimar Gorduras + e evita que estas se acumulem.

O chá é um dos aliados mais seguros e eficazes no que diz respeito a perder de peso de forma sustentada. As últimas investigações confirmam que contém uma substância chamada catecol, capaz de aumentar a termogénese no organismo (o gasto calórico durante a digestão) e de evitar que as lipases (enzimas que actuam sobre os lípidos) façam a digestão das gorduras, impedindo-as de serem assimiladas na sua totalidade.
Por um lado ajuda a queimar os depósitos de gordura e, por outro, impede que o nosso corpo acumule mais gordura, ao evitar a sua absorção.
Aliado de uma dieta saudável
Todas a variedades do chá (que são muitas) ajudam a emagrecer. Para além de conter zero calorias, se for ingerido sem açúcar nem leite, ajuda a manter o peso sob controlo, por várias razões:
É saciante, pelo que combate a ânsia de comer entre refeições.
É diurético e, ao mesmo, garante um adequado fornecimento de líquidos.
É um estimulante ligeiro, que ajuda a combater o Cansaço + , e um antídoto totalmente natural contra o mau humor (um problema habitual quando se está de dieta).
Para além disso, o chá proporciona uma série de benefícios adicionais para a saúde:
O seu princípio estimulante é a L-teanina, que não é tão agressiva para o nosso sistema nervoso como a Cafeína + , mas ajuda a manter a pessoa em alerta.
É rico catequinas, um grupo de polifenóis com uma poderosa capacidade antioxidante que ajuda a proteger as células e os órgãos vitais do efeito nocivo dos Radicais livres + e a reduzir alguns factores de risco associados ao desenvolvimento das Doenças cardiovasculares + e alguns tipos de cancro.
Possui ainda outros compostos Antioxidantes + , os Flavonóide + s, que, para além da protecção do organismo contra processos degenerativos, são essenciais para a absorção e metabolismo da Vitamina C + .
É rico em vitaminas K, B1, B2 e C, com reconhecidas propriedades antioxidante e de protecção do sistema imunitário.
Fornece fluoruro, um composto que ajuda o organismo a obter o Flúor + de que necessita
Verde ou vermelho? Os dois!
Os dois são bons, saudáveis e eficazes no que diz respeito a emagrecer. Cada um tem os seus benefícios, por isso o melhor é combiná-los. Evidentemente, de nada serve a sua acção queima-gorduras se não for acompanhada de uma dieta baixa em calorias e de algum exercício.
A combinação destas variáveis poderá fazer perder mais de um quilo por semana e até cinco quilos num mês. Uma vez alcançado o peso ideal, poderá mantê-lo indefinidamente, se continuar a beber chá e adoptar um estilo de vida saudável.
Chá verde: o estimulante
O chá verde é a variedade menos oxidada e, por isso, conserva intactas todas as suas propriedades saudáveis, em particular, uma maior quantidade de catequinas (fitonutrientes da família dos polifenóis, com uma forte acção antioxidante):
Ajuda a emagrecer e, de acordo com estudos asiáticos recentes, está associado à redução da gordura abdominal, uma das formas de Obesidade + mais perigosas e um factor de risco da doença cardíaca e da Diabetes + .
Atrasa o Envelhecimento + .
Ajuda a prevenir o cancro graças a uma enzima que evita que as células se tornem tumorais.
Estimula o metabolismo.
Acalma as dores de cabeça.
Ajuda a controlar o Colesterol + e limita o risco de enfarte.
Previne o aparecimento de Cáries + pelo seu conteúdo em flúor.
Fortalece os ossos (também devido ao flúor).
Chá vermelho: o depurador
O chá vermelho (ou Pu-Erh) é obtido de uma segunda oxidação especial das folhas de chá verde, o que as torna mais resistentes e lhes confere novas propriedades saudáveis.
Activa o metabolismo do Fígado + , ajudando a que o corpo queime gorduras em vez de armazená-las.
Reduz de forma significativa os triglicéridos, os níveis de colesterol mau (LDL + ) e o ácido úrico.
Reforça o sistema imunitário e protege o organismo de algumas infecções.
Desintoxica o organismo, evitando a retenção de líquidos.
Facilita a digestão.
Sabia que
O consumo regular de chá verde com um teor mais elevado de catequinas pode ajudar a reduzir a gordura corporal, ao mesmo tempo que reduz o Risco cardiovascular + . Fonte: Estudo coordenado pelo investigador japonês Tomonori Nagao (publicado em Junho de 2007, na revista Obesity).
Regras para a dieta funcionar:
Não deve seguir a dieta durante mais de um mês, mas pode repeti-la quando quiser, desde que faça uma pausa de três dias a uma semana entre ciclos de dieta.
Beba, no mínimo, dois litro e meio de água por dia.
Tome três chávenas de chá por dia, sem leite nem açúcar (pode substituir por adoçante sem calorias). Após perder o peso desejado, reduza a quantidade diária para três chávenas.
Combine as infusões de chá verde e vermelho. Para completar as 5 chávenas por dia, termine o almoço e o jantar com chá, reservando o vermelho para estas ocasiões.
O exercício moderado é o melhor aliado para ajudar a emagrecer. Caminhe uma hora todos os dias.
Coma devagar e beba lentamente.
A dieta do chá, dia-a-dia
Segunda-feira
Pequeno-almoço: 1 fatia de pão integral torrado + 1 quivi + 1 iogurte natural magro + 1 chávena de chá vermelho.
Meio da manhã: 1 chávena de chá verde + 2 tostas simples.
Almoço: 2 postas de pescada grelhadas + alcachofras grelhadas ou outra verdura (com 2 colheres de Azeite + ) + 2 colheres de sopa de arroz + 2 quivis + 1 chávena de chá vermelho.
Lanche: 1 chávena de chá verde + ½ pão de mistura com queijo fresco.
Jantar: 1 prato de feijão verde cozido (com 1 colher de azeite e vinagre de maçã) + 1 lata de atum ao natural + 1 taça de morangos ou outra fruta + 1 chávena de chá vermelho.
Terça-feira
Pequeno-almoço: 1 fatia de pão integral torrado + 1 porção de queijo fresco magro + 1 laranja + 1 chávena de chá vermelho.
Meio da manhã: 1 chávena de chá verde + 1 fruta.
Almoço: 2 postas de peixe branco cozido (com uma colher de azeite) + 1 lata de espargos brancos ou verdes + 1 batata pequena + 2 laranjas + 1 chávena de chá vermelho.
Lanche: 1 chávena de chá verde + ½ pão de mistura com compota light.
Jantar: Salada de alface, tomate, cebola, pepino e 1 ovo cozido (com uma colher de azeite e limão) + 1 iogurte natural magro + 1 chávena de chá vermelho.
Quarta-feira
Pequeno-almoço: 1 fatia de pão integral ou 3 colh. de sopa de cereais + 1 quivi + 1 iogurte natural magro + 1 chávena de chá vermelho.
Meio da manhã: 1 chávena de chá verde + 1 fruta.
Almoço: Peixe no forno (com uma colher de azeite) + espargos (com uma colher de maionese light) + 2 batatas assadas+ 1 chávena de chá vermelho.
Lanche: 1 chávena de chá verde + ½ pão de mistura com fiambre de frango.
Jantar: Creme de courgete + tortilha com 1 ovo (com uma colher de azeite) + 2 rodelas de ananás natural + 1 chávena de chá vermelho.
Quinta-feira
Pequeno-almoço: 1 fatia de pão integral + queijo fresco + 1 laranja + 1 chávena de chá vermelho.
Meio da manhã: 1 chávena de chá verde + 2 tostas de pão de mistura.
Almoço: 1 bife de frango grelhado + feijão verde cozido (com uma colher de azeite e vinagre de maçã) + 2 colh. de sopa de arroz de cenoura + 1 taça de morangos ou outra fruta + 1 chávena de chá vermelho.
Lanche: 1 chávena de chá verde + ½ pão de mistura com requeijão.
Jantar: Salada de alface, tomate, cebola, pepino e espargos (com uma colher de azeite e limão) + 1 maçã e 1 pêra + 1 chávena de chá vermelho.
Sexta-feira
Pequeno-almoço: 1 fatia de pão integral + queijo fresco magro + 1 laranja + 1 chávena de chá vermelho.
Meio da manhã: 1 chávena de chá verde + 2 a 3 bolachas tipo Maria ou torrada.
Almoço: 1 bife de vitela grelhado + salada de alface, tomate, cebola e espargos (com 2 colheres de azeite e vinagre de maçã) + 2 colh. de sopa de massa + 1 pêssego e 1 maçã + 1 chávena de chá vermelho.
Lanche: 1 chávena de chá verde + ½ pão de mistura com compota light.
Jantar: Lombo de Bacalhau + cozido (ou outro peixe) + pimentos Assados + ou outras verduras (com uma colher de azeite e vinagre) + 1 quivi + 1 chávena de chá vermelho.
Sábado
Pequeno-almoço: 1 fatia de pão integral + 1 porção de queijo fresco magro + 1 laranja + 1 chávena de chá vermelho.
Meio da manhã: 1 chávena de chá verde + fruta.
Almoço: Salada mista com ovo cozido, 1 lata de atum ao natural, alface, tomate, cebola e espargos (com 1 colher de azeite e vinagre de maçã) + queijo fresco magro + 1 colh. de sopa de arroz branco + 1 chávena de chá vermelho.
Lanche: 1 chávena de chá verde + ½ pão integral com queijo fresco.
Jantar: Peixe branco cozido (com 1 colher de azeite e vinagre de maçã) + beringelas grelhadas (ou qualquer outra verdura) + 1 taça de morangos ou 2 laranjas + 1 chávena de chá vermelho.
Domingo
Pequeno-almoço: 1 chávena de chá vermelho + 1 fatia de pão integral + 1 fatia de queijo+ 1 iogurte natural magro.
Meio da manhã: 1 chávena de chá verde + 1 fatia de pão de mistura (fininha).
Almoço: 1 porção de mexilhões com limão (ou qualquer outro peixe) + feijão verde cozido (com 1 colher de azeite) + 2 fatias de pão torrado + 2 rodelas de ananás natural + 1 chávena de chá vermelho.
Lanche: 1 chávena de chá verde + ½ pão integral com requeijão.
Jantar: Salada de alface, tomate, cebola e espargos (com 1 colher de azeite e limão) + 1 tortilha de cogumelos + 1 chávena de chá vermelho.

Chá Branco - (White Tea)

Chá Branco - (White Tea)
EMAGRECEDOR
Assim como o chá verde, o branco acelera o metabolismo e ajuda a eliminar a gordura corporal. Porém, ainda não se comprovou o quanto exatamente o chá branco é mais eficiente do que o verde para emagrecer.
CORAÇÃO PROTEGIDO
O chá branco pode atuar na diminuição das taxas de LDL (o colesterol ruim que bloqueia as artérias), evitando problemas cardíacos, como aterosclerose e infarto.
ANTICÂNCER
Estudos feitos com ratos pelo Instituto Linus Pauling de Ciências e Medicina, da Califórnia, nos Estados Unidos, comprovaram a eficiência do chá branco em inibir mutações genéticas que podem originar o câncer.
Essa capacidade se deve à existência das substâncias bioflavonóides e catequinas. A cafeína presente no chá branco também ajudaria nesse processo.
ORIGEM E DIFERENÇAS
É a versão menos processada do famoso chá verde (ou banchá). Ambos são produzidos a partir da planta Camellia Sinensis, assim como o chá preto. Porém, o branco é coletado antes das flores se abrirem, quando há brotos cobertos por finos pêlos prateados que lhe dão uma cor clara verdeacinzentada. Esses brotos e as folhas da planta são cozidos ao vapor e submetidos à secagem. Ao contrário do verde e do preto, o chá branco não passa pela fermentação.
Após a infusão, possui cor amarelo avermelhado e sabor adocicado, porém sem gosto de capim.
Os principais países produtores são China, Japão e Índia.
A colheita para a produção desse chá se realiza em apenas dois dias por ano. Por isso, é raro e caro.

Sene para o intestino preso

Histórico do Sene

O Sene é conhecido também pelo seu nome científico de Cassia angustifolia Vahl. Pertence a família Leguminosae. Os folídeos são a parte utilizada para fins fitoterápicos, eles apresentam odor fraco, entretanto característico e sabor mucilaginoso e amargo.
O sene, é uma planta originária da Índia e Somália, cujo sua introdução na fitoterapia foi feita por médicos árabes no século IX.
É um dos fármacos mais conceituados como purgativo, por não provocar inflamações secundárias muito comuns quando se utilizam purgativos drásticos. É uma planta típica de regiões tropicais, que espontaneamente vegeta melhor em locais montanhosos e menos nas proximidades de grandes rios.
Composição do Sene
O sene é composto por substâncias antraquinônicos livres e combinados: crisofanol, aloe-emodina, antranol, reina, reina-8-glicosídeos, reina diglicosídeo, reina antrona-8-glicosídeo.
Além destas substâncias citadas acima o sene ainda apresenta mucilagens, resinas, flavonnóides como o campferol, gliosídeos naftalênicos, pinitol, açúcares redutores.
Indicações do uso do Sene
O sene tem ação purgativa, laxativa e catárquica. É indicado na constipação por inércia intestinal e em condições que exigem facilidade de defecação como fissuras e hemorróidas.
O efeito do sene é obtido algumas horas após a sua administração oral, pois ocorre a liberação dos heterosídeos no intestino grosso. Neste local, pela ação enzimática da flora bacteriana, ocorrerá hidrólise, com consequente liberação das aglicanas. Estas que irão atuar obre a mucosa, aumentando o peristaltismo.
A histamina estimula a motilidade intestinal e em estudos recentes tem-se mostrado que o sene estimula a sua biossíntese.
Contra-indicações do uso do Sene
Gravidez, aleitamento, enterite, apendicite, cistite, obstrução intestinal e dores. Não é recomendado para crianças.

Chá de cavalinha

Cavalinha

A Cavalinha é uma excelente planta indicada para períodos de desintoxicação e emagrecimento .
É depurativa, emenagoga, diurética, antiinflamatória e anti-hemorrágica .
A cavalinha é uma planta perene. Não possui flores e, conseqüentemente, nem sementes; algumas espécies possuem folhas verticiladas, mas reduzidas a tamanho insignificante.
Uso Medicinal
Menstruação dolorosa ou excessiva, hemorragia uterina , febre puerperal (relativa ao parto ), úlcera gastroduodenal, afecções da bexiga e dos rins, doenças da prostata, pulmonares, gripes.
Nas inflamações dos olhos e em feridas, aplica-se cataplasma ou compressa quente com chá da planta.
Nas hemorragias internas e nas regras excessivas, usa-se como hemostático. Após o parto e em casos de corrimento vaginal, usa-se o chá para aplicação de ducha vaginal.

Gelatina Hidrolisada

Pode ser consumida ao natural ou misturada a outros alimentos. Saiba quais são os mitos e as verdades a respeito da gelatina.

Muito já foi dito a respeito da gelatina: que previne a celulite, protege as unhas e fortalece os cabelos. Houve uma época em que ela estava na moda, depois, cedeu lugar para outras novidades. Porém, os estudos a respeito do produto prosseguiram. Hoje, já se sabe que a gelatina é eficaz para a manutenção do tónus muscular e firmeza da pele.
A gelatina é extraída do colágeno, especialmente do bovino. Ela contém uma série de fragmentos de proteínas que fornecem aminoácidos, fundamentais para a manutenção de ossos e a regeneração de algumas articulações. Contém 9 dos 10 aminoácidos essenciais ao corpo.
Versátil, pode ser adquirida em folhas, em pó com sabor, ao natural ou em cápsulas. Porém, existe uma diferença entre a gelatina que compramos no supermercado (sobremesa) e a gelatina vendida em casas de suplementos alimentares.
As casas de suplementos vendem o colágeno em pó, ou em cápsulas, que é o colágeno em sua forma pura. Já a gelatina-sobremesa, que compramos no supermercado, também tem colágeno na composição, porém, em menor quantidade.
A gelatina do supermercado pode ser usada como um reforço do tratamento, porém, para se conseguir unhas e cabelos fortes, pele mais firme e articulações saudáveis, é necessário o consumo de colágeno in natura, devido à maior concentração dos nutrientes.
Confira a seguir, as respostas para as principais dúvidas sobre gelatina e saiba, de uma vez por todas, o que você pode esperar dela.
A gelatina previne ou reduz a celulite?
A celulite é o resultado de um processo multifatorial, onde ocorre a deficiência da circulação venosa e linfática, retenção de água, acúmulo de gordura e processo inflamatório. A gelatina não age diretamente na celulite. Permite que a pele tenha mais elasticidade, porém, isto terá pouca influência no aspecto e evolução da celulite.
É verdade que a gelatina não tem gordura nem colesterol?
Sim. A gelatina (ou colágeno hidrolisado) é isenta de gordura, colesterol e carboidratos. Ela é composta por cerca de 84 a 90% de proteína, 1 a 2% de sais minerais e 8 a 15% de água.
É mesmo feita de cascos de vacas?
A gelatina é obtida pelo processamento do colágeno protéico, que é extraído da pele, cartilagens e ossos de diversos animais.
A gelatina deixa as unhas mais fortes e os cabelos mais brilhantes?
Sim, ela contribui para isso. Para um crescimento saudável, unhas e cabelos precisam de diversos nutrientes. Entre eles, o colágeno, existente na gelatina. O colágeno é responsável pela cicatrização e regeneração dos tecidos. No caso das unhas e cabelos, o colágeno forma uma matriz onde minerais se fixam para deixá-los fortes, resistentes e brilhantes.
Pode ser aplicada directamente no cabelo?
Aplicar gelatina diretamente no cabelo não produz nenhum efeito porque o cabelo não consegue absorver os nutrientes.
Máscaras de gelatina deixam a pele mais bonita?
A aplicação tópica, ou seja, na superfície da pele, não tem nenhum efeito. Algumas máscaras possuem colágeno na fórmula e apresentam ação hidratante temporária. Porém, para apresentar benefícios na elasticidade da pele, a gelatina deve ser ingerida.
Quanto tempo demora para os resultados (visíveis) aparecerem?
Os primeiros efeitos se fazem notar após dois a três meses de consumo diário. Depois de obter o resultado desejado, é importante fazer uma manutenção, ou seja, o consumo deve ser incorporado ao cardápio. A dose recomendada é de 10g diárias (1 colher de sopa) de gelatina (também chamada de colágeno hidrolisado) diluída em meio copo de água ou adicionada em sucos, leite, sopas, chás, etc.
Quem faz dieta, precisa comer gelatina para não ficar com a pele flácida?
A gelatina é a maior fonte alimentar de aminoácidos que ajudam a estimular a síntese de colágeno no corpo. O consumo de gelatina durante o período de emagrecimento ajuda a manter a tonicidade e elasticidade da pele, prevenindo assim a flacidez.
A gelatina produz sensação de saciedade?
A gelatina se liga a uma grande quantidade de água, o que ajuda a dar sensação de saciedade após a sua ingestão. Além disso, seu alto teor protéico permite o uso em dietas. A gelatina também pode substituir ingredientes mais pesados e calóricos no preparo de pratos.
Comer um pote de sobremesa de gelatina por dia é suficiente para obter os seus benefícios?
Depende do que se quer alcançar. Como prevenção é interessante o seu consumo diário sob forma alimentar. Porém, se as unhas estão fracas ou o cabelo fraco, o uso de colágeno suplementar, em cápsulas ou em pó, é necessário para que o problema seja solucionado.
Qual é a melhor maneira de consumir a gelatina?
O ideal é associar o uso de colágeno suplementar (pó ou cápsulas) com a gelatina alimentar. Ela pode ser incorporada ao cardápio diário de diversas maneiras, em pratos doces ou salgados, sucos e iogurtes.
As gelatinas sem sabor são melhores do que as coloridas?
O efeito nutricional é o mesmo. A gelatina sem sabor permite a mistura de sucos ou frutas diversas, ou o uso em pratos salgados.
Muita gelatina faz mal para a saúde?
Não. Porém, ela não pode ser usada como única fonte de proteína. Deve fazer parte de uma dieta variada e equilibrada em proteínas, carboidratos e gorduras. É interessante notar que a adição de gelatina no cardápio ajuda a complementar a ingestão de proteínas de outras fontes, como carne, ovos e feijões.
Gelatina faz bem para os ossos e articulações?
Ossos, cartilagens e articulações são formados por colágeno acrescido de minerais. O colágeno reforça os tendões e ligamentos que unem os músculos aos ossos. A gelatina hidrolisada ajuda na nutrição destes tecidos, mantendo a hidratação e integridade das articulações, desempenhando assim um papel importante na prevenção e no tratamento de dores articulares, artrose e osteoporose.

Óleo de semente de linhaça

Óleo de Linhaça - Semente de Linho

O óleo de linhaça, é um ácido graxo essencial que oferece vários benefícios à saúde, incluindo um bom metabolismo de gordura, produção de energia, regulação de funções celulares e cicatrização de tecidos e machucados.
Praticantes de atividades físicas reportam que o consumo de óleo de linhaça os ajudam a se recuperar mais rapidamente depois das atividades físicas e a reduzir as dores musculares depois do treino. Pesquisadores acreditam que isso ocorra pois a semente de linho tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.
Pesquisadores também acreditam que o óleo de linhaça  pode acelerar a taxa de metabolismo do corpo e ajudar a queimar gorduras mais rapidamente. Muitos atletas reportam que o uso de óleo de linhaça ajuda suas torções e hematomas a melhorar mais rapidamente. De acordo com algumas descobertas, contusões menores podem demorar apenas um quarto do tempo de melhora que antes era necessário.
O consumo de óleo de linhaça pode ajudar muito em dietas low carb (poucos carboidratos), já que ela alivia constipações comuns associadas a dietas ricas em proteína. E ela faz isso de forma saudável e eficaz, sem adicionar “gorduras ruins” à sua dieta.
Um estudo importante na Pennsylvania State University demonstrou que os níveis de testosterona no organismo tendem a cair em dietas com pouca gordura ou com poucas calorias. Mesmo uma pequena diminuição de gordura na dieta revelou diminuir a quantidade de testosterona livre em 13%. Porém, após a introdução de gorduras “boas” e saudáveis na dieta, como o óleo de linhaça, os pesquisadores descobriram que os níveis de testosterona aumentaram. Isso mostra que a suplementação com óleo de linhaça ajuda aqueles que desejam obter todos os benefícios associados a testosterona, inclusive o aumento e manutenção da massa muscular.

Benefícios do chá de camomila

Hoje vamos conhecer os benefícios que podemos obter por meio do consumo de infusões de camomila, esta planta tão comum nas épocas mais calorosas que as que correm, é uma graça que você pode achar por vários lugares. É claro que em cidades populosas e cobertas de asfalto isto será mais difícil, mas uma linda volta pelo interior ou pelo campo lhe proporcionará uma linda vista delas e saberá por que ela forma parte do listado das plantas que curam.

Os benefícios do chá de camomila em-se comprovado nas questões digestivas, que é o seu uso mais comum, mas ela também é usada em questões como a diabete.Hoje falaremos especificamente do seu chá e como aproveitá-lo na medicina natural.
Os benefícios do chá de camomila são vários, e trata-se de uma bebida muito consumida antes de dormir. A explicação disso radica nas propriedades sedativas desta planta medicinal. É especialmente efetiva para controlar os nervos, e seu uso em crianças é altamente eficiente, especialmente em crianças hiperativas que têm dificuldades na hora de controlar as suas emoções.
É conhecida a eficácia deste chá em casos de pessoas com problemas de articulação como o reuma, e alivia os sintomas da gripe ou outras doenças respiratórias como o asma. Neste último caso é possível consumir o chá ou aplicar a planta em forma de vapor.
Se você está sofrendo de problemas como indigestão ou com o fígado, é bom beber um chá de camomila após as refeições para ter uma boa digestão.
Para preparar o chá de camomila tudo o que você terá que fazer é ferver um copo de água e colocar nele umas duas colherzinhas de flores de camomila, cubra e deixe pousar durante 10 minutos. Após isso você poderá ter a certeza de que estará bebendo todas as propriedades da camomila.

O que é Caralluma Fimbriata ?Emagrece?

O que é Caralluma Fimbriata e como funciona?

Caralluma Fimbriata é uma erva medicinal que se orgina na India e é usada como supressor do apetite já por muitos anos. A Caralluma Fimbriata é considerada um cactus suculento e quando a Caralluma é ingerida bloqueia a atividade de várias enzimas responsáveis pela formação de gordura forçando o organismo a queimar a gordura armazenada. Caralluma Fimbriata também funciona controlando o mecanismo cerebral responsável pelo apetite, o que faz com você tenha a sensação de estômago cheio. A Caralluma Fimbriata não apresenta nenhuma similaridade com a droga sintético sibutramina. A Caralluma é 100% natural, livre de riscos.
Quais os benefícios da Caralluma Fimbriata?
A Caralluma Fimbriata tem como principal benefício a perda de peso, no entanto, além de fazer você perder peso Caralluma também irá trazer os seguintes benefícios:
Caralluma pode fazer você sentir menos fome.
Com Caralluma poderá perder aquela vontade de comer doces de forma demasiada.
Você provavelmente sentirá mais energia e entusiasmo quando usar Caralluma.
Caralluma aumenta o seu metabolismo
Caralluma queima gordura
Caralluma Fimbriata é uma fórmula mágica?
Caralluma Fimbriata não é uma pílula mágica. Como qualquer programa de emagrecimento para ser bem sucedido, o estilo de vida deve ter mudanças.
Estas incluem:
Passar a comer uma dieta equilibrada;
Desenvolver melhor os hábitos alimentares por exemplo, menores porções alimentares, beber mais água, eventualmente passar a comer pequenas 6 refeições por dia em vez de menos e maiores refeições!
Checar os níveis de alimento e o conteúdo, por exemplo, teor de gordura e açúcar;
Aumentar o seu exercício / níveis de atividade física.
Qual a dosagem de Caralluma?
Recomenda-se tomar duas cápsulas de Caralluma Fimbriata durante o dia. Você pode tomar uma Caralluma no café da manhã e uma Caralluma no almoço.
Caralluma Fimbriata ajuda a reduzir o apetite. Caralluma ajudará na sua perda de peso e esforços para queimar gordura como aliada na prática de exercícios físicos por acelerar seu metabolismo! Resultados de pesquisas mostram que a Caralluma Fimbriata, reduz significativamente a fome. O grupo praticamente sentiu 20% menos fome, e perdeu cerca de 72% mais de peso, do que aqueles que não usaram Caralluma Fimbriata.
Caralluma Fimbriata tem revelado consistentemente elevada eficácia, não só na diminuição do apetite, mas também para a baixar peso! A caralluma faz com a cintura diminua e o abdomem fique mais plano

Confira nossas dicas para uma ceia mais light

Confira nossas dicas para uma ceia mais light:
1 Não fique sem comer durante o dia. Faça pequenas refeições a cada três horas, assim você evita que a fome acumule e você extrapole na hora da ceia.
2 Cuidado com a sobremesa. Evite os doces e dê preferência para as frutas. Você irá economizar muitas calorias.
3 Saiba montar seu prato. Prefira as carnes menos calóricas como o peru e o pernil.
4 Não cometa o pecado da gula. Repetir a refeição é desnecessário já que você não estará mais faminto.
5 Não fique beliscando durante a confraternização. Nozes, amendoim e pistache, são muito calóricos e colocam a dieta em estado de alerta máximo!
6 Brinde sim, exagero não! Evite as bebidas alcoólicas. Dê preferências aos sucos naturais. Se não resistir, beba uma taça de vinho ou espumante.
7 Se não resistir aos doces... Escolha aqueles à base de frutas como mousse, gelatinas, tortas. Não passe do primeiro pedaço.
8 Comece com a salada. Um belo prato de salada aumenta a saciedade, evitando que você extrapole durante a noite.
9 Cuidado com acompanhamentos. Prefira o molho vinagrete aos feitos à base de maionese ou óleos como rosé e molho mostarda.
10 Preste atenção! Se perceber que está exagerando, controle-se. Assim fica mais fácil eliminar na semana seguinte o excesso cometido.

Valorize o silêncio

Valorize o silêncio

Ele descansa a mente e permite o contato com sentimentos e desejos profundos
Silêncio: ele abre espaço para insights, desejos, sonhos e projetos
Imagine que está em um bar com vários amigos e, por coincidência, todos param de falar e rir ao mesmo tempo. Por segundos, é só silêncio. A situação certamente causaria algum constrangimento e provavelmente alguém na mesa acabaria dizendo uma frase ou piadinha apenas para quebrar o gelo.
Sim, o silêncio é intimidador, e a maioria das pessoas não está preparada para enfrentá-lo. Uma pena, afinal, ele é necessário para a saúde da mente e pode fazer um trabalho e tanto no caminho do autoconhecimento.
Prazer em conhecer
Em uma sociedade movida pelo barulho – buzinas, computadores, música, obras, celulares, televisão – silenciar é um verdadeiro desafio. Até porque todos esses ruídos já foram incorporados ao dia a dia e, na ausência deles, é comum sentir uma espécie de desamparo.
“Isso acontece porque o som está relacionado à ideia de produtividade, alegria, vida. Além disso, a ausência dos estímulos sonoros pode evidenciar coisas que num primeiro momento são dolorosas”, observa Andréa Bomfim Perdigão, fonoaudióloga, terapeuta corporal e autora do livro Sobre o Silêncio (Editora Pulso).
Mas, ainda segundo a profissional, quem persiste e consegue ultrapassar essa etapa sombria e complicada acaba vivenciando uma experiência muito positiva, que é sentir prazer de estar consigo, por inteiro.
“Embora num primeiro momento pareça difícil, o ser humano precisa do silêncio. Trata-se de um alimento para a alma. Ele abre espaço para os insights, desejos, sonhos e projetos.”
Onde ele se esconde
Se pensarmos bem, não existe silêncio total. Quem sai das grandes cidades em direção à praia ou ao campo somente troca os barulhos característicos de um lugar pelos de outro. Ainda assim, investir nesse tipo de mudança pode ser útil na busca por um contato com seu interior. Depois, o importante é compreender que para acessá-lo não é preciso fazer as malas e dar adeus ao marido, à esposa, aos amigos e aos filhos.
“Tudo, na verdade, depende da mente. Se alcançarmos um estado de tranquilidade, sons e ruídos serão apenas sons e ruídos”, diz a monja brasileira Coen Sensei, fundadora da Comunidade Zen Budista.
Para Marina Vasconcellos, psicóloga pela PUC-SP com especialização em psicodrama terapêutico pelo Instituto Sedes Sapientiae, a meditação pode ser muito útil no processo de busca por esse silêncio interno – praticado mesmo quando tudo em volta é barulho.
“Mas é preciso treino e concentração, além de muita força de vontade”, salienta.
Quem não é muito fã de meditar, pode tentar outros caminhos para inserir o silêncio no dia a dia. Antes de dormir ou ao acordar, por exemplo, pode experimentar ficar deitado por cinco minutos na cama, apenas sentindo a própria respiração.
Outro bom momento para voltar as atenções para si é no trânsito, com o carro parado. Para isso, basta deixar o rádio desligado e sentir a vibração ao redor. Após o almoço, dar uma volta no quarteirão também é uma boa pedida.
“Doses homeopáticas de silêncio já ajudam a desacelerar. Com o tempo, é só esticar gradualmente esses períodos”, diz Andréa.
Blá-blá-blá
Para muitas pessoas, seguir as recomendações acima pode ser bem difícil. Isso porque somos estimulados a falar e dar opinião sobre os mais diversos temas o tempo todo.
“Em muitas ocasiões, o silêncio pode ser interpretado como uma falta de conteúdo e de posicionamento”, observa Mariana. O mais curioso é que justamente por causa dessa falação desenfreada muitas vezes as palavras acabam vazias de sentido.”
De acordo com a terapeuta corporal Andréa, “na conversa, o silêncio se faz necessário para que haja a comunicação. Sem ele, não é possível entender e pensar sobre aquilo que o outro está falando”. Isso sem contar que, ao dar valor demasiado às palavras, acabamos nos esquecendo de outras preciosas formas de interação, como um sorriso ou um simples olhar. Quando se dá atenção a sinais como esses, falar por falar é desnecessário.
Para observar isso na prática e aprender a apreciar o silêncio, há quem participe de retiros nos quais os participantes se empenham em passar horas ou até dias sem proferir uma palavra.
“Nos primeiros momentos, pode ser difícil. Depois, torna-se algo belo e gratificante. Descobrimos que podemos nos relacionar em perfeita harmonia quando não tentamos mentir a nós mesmos e aos outros por meio de palavras. Retiros de silêncio são um portal para um encontro com você. Afinal, é preciso conhecer sua própria essência”, ensina a monja Coen.
Minuto de silêncio
Depois de perceber todos os benefícios de acalmar a mente por alguns instantes, a publicitária Christina Carvalho Pinto, diretora da Full Jazz Propaganda, da capital paulista, decidiu criar em sua agência um programa chamado Just a Minute (em português, Só um Minuto), para estimular os funcionários a experimentar pequenos períodos de silêncio. Com duração de um minuto, a pausa acontece a cada hora e uma música bem calma é tocada para marcar o início da sessão.
Segundo a gestora de recursos humanos da Full Jazz, Thereza Cristina Garcia, a Teca, a maioria dos funcionários gosta e acha saudável. Alguns, por serem bem jovens e agitados, ainda estão se adaptando. Mas muitos já incorporaram a prática na rotina. Ao final do dia, Teca percebe que esses momentos realmente fazem diferença.
“Ficamos menos irritados e ansiosos”, conta.
Aprenda a silenciar
Não dá para negar que sons e ruídos são mensagens importantes. Segundo a monja Coen, muitas vezes a vida humana pode ser salva pela capacidade de ouvir. Sendo assim, é interessante buscar o silêncio interno sem que para isso seja preciso colocar tampões nos ouvidos.
“É extraordinariamente prazeroso, embora muitas vezes exija dedicação e prática incessante”, diz a monja.
Confira a seguir atividades que estimulam o silêncio
1. Pratique ioga. As aulas são dadas com os praticantes em silêncio, o que fomenta o autoconhecimento
2. Nade. Vá para dentro d'água e ouça o som da sua respiração, dos seus braços e das suas pernas. É uma aula que descansa a mente
3. Corra. Primeiro, surgem os pensamentos. Depois, que eles se aquietam, temos apenas os passos e a respiração
4. Escute música. Pode ser clássica, popular, rock n´roll etc. Ela ajuda a penetrar no silêncio da mente. Como? Apenas ouvindo. Preste atenção em cada nota, na sentença melódica e no som dos instrumentos. Só não vale cantar junto!

Meditação zen é aliada contra dores crônicas

Meditação zen é aliada contra dores crônicas


Pesquisa mostra que meditar ajuda a esquecer a dor, mesmo sem reduzir sua intensidade
Meditação ajuda a lidar com a dor
Uma nova pesquisa revelou que pessoas que praticam meditação zen continuam a sentir dores, mas não pensam tanto nelas.
A observação pode ser relevante no tratamento de dores crônicas em pacientes que lutam contra o impacto de problemas como a artrite e as dores lombares.
Pierre Rainville, pesquisador da Universidade de Montreal, no Canadá, e seus colegas de equipe relatam as descobertas na revista especializada Pain (do inglês Dor).
"Nossas pesquisas anteriores constataram que os praticantes de meditação zen têm sensitividade mais baixa à dor", disse Rainville, que liderou o estudo, em um release da revista. "O objetivo do estudo atual é determinar como eles conseguem alcançar este resultado".
“Usando exames de ressonância magnética funcional conseguimos demonstrar que, apesar de terem consciência da dor, tal sensação não é processada na região cerebral responsável pela avaliação, racionamento e formação de memória dessas pessoas”, observou Rainville.
“Acreditamos que eles têm as sensações, mais cortam o processo no início, abstendo-se de interpretar e rotular os estímulos como dolorosos”.
As observações dos autores têm origem no trabalho conduzido com 13 praticantes de meditação zen expostos a estímulos dolorosos de calor. A equipe de pesquisa realizou exames de ressonância magnética funcional do cérebro dos participantes, ao mesmo tempo em que reuniu relatos sobre a percepção de dor deles.
Comparados a um número igual de pessoas não praticantes de meditação zen, a equipe descobriu que os praticantes mais experientes relataram níveis mais baixos de dor, assim como menor atividade nas regiões cerebrais (o córtex pré-frontal, a amígdala e o hipocampo), que estão relacionadas aos processos cognitivos, às emoções e à memória.
"Nossas descobertas levam a novas percepções sobre o funcionamento mente-cérebro”, disse Joshua Grant, estudante de doutorado da mesma universidade e principal autor do estudo.
“Tais resultados desafiam conceitos atuais de controle da mente, que supostamente seriam alcançados com o aumento das atividades ou dos esforços cognitivos. Ao contrário disso, supomos que seja possível uma autorregulação de forma mais passiva, desligando certas áreas do cérebro que, neste caso, estão geralmente envolvidas no processamento da dor”.
"Os resultados sugerem que os praticantes de meditação zen, mesmo sentindo os estímulos, tenham a habilidade desenvolvida com a prática de desfazer alguns importantes processos cerebrais”, complementou Rainville.
“Tal habilidade poderia ter implicações muito amplas e profundas na dor, na regulação de emoções e no controle cognitivo. Tal comportamento é coerente com a mentalidade e a noção de consciência da filosofia zen”.

Ioga: uma arma contra a ansiedade

Ioga: uma arma contra a ansiedade


Posições simples e fáceis de fazer, para respirar fundo e dar adeus a este mal!Concentração e respiração ajudam a relaxar a mente e combater a ansiedade

Não parar um minuto mesmo quando o corpo não está em movimento é um quadro de ansiedade. A mente não desacelera e os pensamentos e preocupações vão tomando conta sem dar descanso algum. Para enfrentar esse problema comum da modernidade não é incomum os médicos sugerem um remédio bem longe da alopatia: a ioga.
O psiquiatra do Instituto Sinapse, de Campinas, Frederico Augusto Marcondes Facchini, ressalta que a técnica indiana é capaz de melhorar o quadro de ansiedade por ser uma oportunidade de desacelerar a mente.
“A ansiedade gera sintomas de sofrimento, como a dificuldade para lidar com a espera, irritabilidade, tremores, angústia, pensamentos distorcidos e constantes sensações de que nada dará certo”, enumera o especialista. Daí a explicação para as famosas dores de cabeça, nas costas, a gastrite e outros tantos outros males provenientes da agitação sem fim.
De acordo com a professora Angela Roberta Grizzo, de Jaú, a mente tende a ter pensamentos que oscilam entre o passado e o futuro, favorecendo o desgaste energético e cansaço do corpo. “Por meio da prática da ioga a pessoa é estimulada a modificar a respiração e a se concentrar somente no corpo e no presente, fazendo com que as preocupações sejam esquecidas”, afirma a profissional, formada pelo Instituto de Yoga Narayana e com especialização na Índia.
E é justamente no aprendizado de controlar a respiração com a ioga que está o segredo para combater a ansiedade. “No processo respiratório há uma questão física que é a parte do movimento dos músculos e uma questão bioquímica, que é a oxigenação do sangue dos tecidos. Com a ioga você consegue trabalhar e equilibrar as duas partes” revela o professor da academia, no Rio de Janeiro, Ricardo Raposo. Ele complementa: “O excesso de pensamentos e preocupações pode travar o corpo”.
Além da teoria
A paulistana Silene Maria da Silva de Medeiros, 48 anos, confessa que seu ritmo de vida só entrou em ordem depois que ela se rendeu às técnicas da ioga. “O melhor é perceber que as minhas atribuições e funções continuam as mesmas e meu dia segue agitado. Entretanto, eu tenho mais controle de tudo e não sofro por causa da ansiedade”, explica a aluna que há nove anos é adepta da modalidade.
“Depois de um tempo de trabalho conseguimos fazer com que a mente economize energia e evite a ansiedade”, garante o professor Ricardo Raposo.
Falta de tempo e de horário na agenda não devem ser um empecilho para as frequência nas aulas. Na verdade, as tarefas até começam a fluir depois que a prática se torna um hábito. E, todo ansioso sabe disso, missões cumpridas são um ponto a mais para exterminar a ansiedade.
Um exemplo de que a afirmação é verdadeira é o empresário Daniel Damma, 30 anos, que gerencia três empresas e tem como características profissionais a responsabilidade e perfeccionismo. Como o tempo parecia sempre ser o inimigo número um e a ansiedade sua companheira, o paulistano resolveu fazer ioga para conter o estresse da rotina. “A ioga me ensinou, entre inúmeras coisas, a respirar. Com isso tive muito mais equilíbrio na hora de tomar decisões importantes. O resultado não poderia ter sido melhor”, revela.
Em qualquer lugar
Boa notícia para quem teme que a correria diária seja um empecilho para a prática: é possível levar a ioga para o ambiente de trabalho ou para situações do dia a dia e, assim, lidar melhor com o estresse. O professor Isaias Lemes Vieira Junior, explica: com técnicas da Yoga Nidra (uma modalidade da prática), é possível trabalhar o relaxamento induzido, que tem como objetivo manter a pessoa concentrada, calma e presente.
“É possível utilizá-las em algum momento do dia onde se tenha um ambiente tranquilo, que permita a mentalização de paisagens, cores, sons ou cheiros, levando a mente a concentrar-se em algo diferente de um ambiente hostil”, ensina.

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Higiene íntima: tudo que você deve saber

Quem fica fora de casa por muito tempo, chega tarde do trabalho ou faz viagens longas, recorre aos lencinhos umedecidos para manter a limpeza da região.
Eles são liberados pelos especialistas, mas apenas para quem não tem alergia ao perfume do produto.
Luciana Crema, ginecologista da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), recomenda o uso dos sabonetes íntimos na hora do banho. Eles possuem pH ácido, igual ao da vagina, além de ácido lático e soro de leite, substâncias que respeitam as propriedades naturais do local. “Já os sabonetes comuns são alcalinos. Quando usados nessa região, podem causar irritação e desequilíbrio do pH natural, o que favorece a proliferação dos fungos e bactérias”, explica.
Outro cuidado importante é não confundir higiene íntima com duchas íntimas. “A primeira significa lavar somente a região externa da vagina e a segunda é feita quando a mulher introduz o 'chuveirinho' na vagina”. A ginecologista explica que o segundo método prejudica a flora vaginal normal, importantes agentes de defesa local, por isso deve ser evitado.
Durante a menstruação evite os absorventes com perfume, eles causam alergias, coceira e até ardência. Ao contrário do que se pensa, os protetores de calcinha não devem ser usados todos os dias. Com a vagina abafada, o risco de corrimentos e infecções é maior, porque o local fica mais úmido e quente, ambiente propício para as bactérias.
No caso dos absorventes internos ou tampões, o cuidado é ainda maior. Não fique o dia inteiro com eles, o ideal é trocar em intervalos de quatro horas. No período menstrual alterne com absorventes comuns e não use o tampão para dormir.
Quem usa muitas vezes o tampão corre o risco de contrair a síndrome do choque tóxico, uma doença rara, mas grave. O nome estranho é por causa da toxina produzida por essa bactéria, Staphylococcus aureuse. Conhecida por SCT, a síndrome acontece principalmente em quem usa tampões de grande absorção, que retém muito o líquido e expande ao ser retirado. Isso fere as paredes da vagina e libera a entradas das bactérias. Se você tiver o costume de usar tampões e tiver os seguintes sintomas, como febre, vômitos, diarréia ou desmaios procure imediatamente um médico.
No dia-a-dia, a ginecologista indica o uso de roupas leves. Para quem fica muito tempo com a mesma roupa, a dica é fugir das calças apertadas de material sintético. O ideal é escolher peças com tecidos de algodão, saias e vestidos, que facilitam a respiração da região íntima.
As calcinhas também devem ser de algodão. Reserve as lingeries de renda e nylon para ocasiões especiais, já que também atrapalham a respiração do local, aumentando sua umidade natural.
Entretanto, não adianta todos esses cuidados se você não lavar a sua roupa íntima da forma certa. Segundo a ginecologista nada de lavar a calcinha no chuveiro e deixá-la secando no Box. “Ao fazer a limpeza no banho, aumenta-se a chance de sobrarem resíduos de produto no tecido, além de a calcinha ficar exposta a um ambiente quente e úmido, propício à proliferação dos microorganismos”, completa.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Estresse prejudica a qualidade do sexo

Começo esse artigo com uma pergunta: o que todos queremos na vida? Uma boa resposta seria sucesso. Esta palavra abrange muitos aspectos do nosso dia a dia, desde os profissionais até na família. Na busca por esse tão desejado sucesso, começamos a ocupar o máximo de nosso tempo. As pessoas dizem: o tempo voa, mas na verdade nós o deixamos passar sem perceber.

Se não percebemos isso é porque estávamos preocupados com outros afazeres. Será que esses assuntos são mais importantes do que aquele tempo que perdemos? Para você que está pensando na reposta, dou uma dica, não perca tempo. A nossa vida é feita de pequenos momentos não os deixe passar.
As pessoas procuram os médicos para fazer prevenção, com queixas físicas e emocionais e o que os nós vemos, além disto, é pressa, desgaste físico, tristeza, obesidade e muito estresse. O cuidado atual do homem não pode se restringir a partes do corpo e sim uma visão holística onde no físico faz-se a prevenção das doenças e consequentemente prolonga os anos de vida.
No equilíbrio da saúde devemos evitar atos que a prejudiquem como bebida em excesso, cigarro, alimentos gordurosos e o trabalho estressante.
No equilíbrio da saúde devemos evitar atos que a prejudiquem como a bebida em excesso, o cigarro, os alimentos gordurosos e o trabalho estressante contínuo. Hoje, o homem moderno faz o ANDROCHECK: a prevenção do câncer de próstata, a avaliação hormonal (andropausa) e um estudo do seu sistema cardiovascular uma vez ao ano, sem medos, sem mitos. Isso mostra que a prevenção é o segredo da boa saúde.
Saúde emocional
Como anda a sua saúde emocional? Boa. Ótimo! Se não estiver como deseja pense que ela depende só de você. Você não pode mudar os outros mas pode mudar você mesmo. Temos um mundo dentro de nós para ser explorado. Evite o "estresse" para conseguir explorar esse potencial com facilidade e da melhor maneira possível.
Para conseguir combater esse inimigo com mais facilidade, é importante conhecer os tipos de estresse que podem estar em nosso cotidiano.
Estresse agudo: acontece no trabalho, escola, sequestro, assalto, problemas na família e a morte.
Estresse contínuo: por um sofrimento constante: doenças mentais, crônicas e o câncer.
Eustress (stress bom): é uma tensão positiva que nos motiva, agiliza e mobiliza. Melhora a função física ou mental, através do esforço ou do trabalho desafiador. Sempre relacionado a eventos desejáveis na vida.
Distress: tipo de stress com implicações negativas (angústia) que levam a comportamentos adaptativos: agressividade, passividade, ou a depressão. Como respostas ao distress podemos ter o alívio por atos positivos: música, exercícios, esportes e outras distrações saudáveis, e o alívio por atos negativos: drogas, álcool e a raiva.
Vida sexual
E na sexualidade: o que queremos? Uma sexualidade ativa, vibrante e sermos felizes. Como? Primeiro devemos mudar a nossa visão do ato sexual. Ser visto como muito mais do que o ato sexual em si e sim como um envolvimento de corpo e alma, com emoção, envolvimento, descoberta, troca, paixão, parceria e carinho.
Tudo isto independente da faixa etária e sempre usando os cinco sentidos: o olhar, o beijar, o ouvir, o cheirar e muito toque. Estes são os segredos do sexo eternamente bom. As dificuldades como o dia a dia e as disfunções sexuais devem ser tratadas por especialistas sem grande demora. Quanto mais rápido melhor o resultado.
Vamos exercitar ligações afetivas, uma dieta adequada, dançar, muitas viagens e praticar sexo. Assim vamos valorizar sentimentos e resgataremos nossa auto-estima, autoconfiança, emoções e finalmente criar uma parceria sexual.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL

Havia, no alto da montanha, três pequenas árvores que sonhavam o que seriam depois de grandes. A primeira, olhando as estrelas, disse:- Eu quero ser o baú mais precioso do mundo, cheio de tesouros.


Para tal, até me disponho a ser cortada.
A segunda olhou para o riacho e suspirou:
- Eu quero ser um grande navio para transportar reis e rainhas
A terceira árvore olhou o vale e disse:
- Eu quero ficar aqui no alto da montanha e crescer tanto que, as pessoas ao olharem para mim, levantem seus olhos e pensem em Deus.
Muitos anos se passaram, e certo dia vieram três lenhadores e cortaram as três árvores, todas muito ansiosas em serem transformadas naquilo com que sonhavam.
Mas lenhadores não costumam ouvir e nem entender sonhos!

Que pena!
A primeira árvore acabou sendo transformada num cocho de animais, coberto de feno.
A segunda virou um simples e pequeno barco de pesca, carregando pessoas e peixes todos os dias.
E a terceira, mesmo sonhando em ficar no alto da montanha, acabou cortada em altas vigas e colocada de lado em um depósito.
E todas as três se perguntavam desiludidas e tristes:
- Para que isso?
Mas, numa certa noite, cheia de luz e de estrelas, onde havia mil melodias no ar, uma jovem mulher colocou seu neném recém-nascido naquele cocho de animais.
E de repente, a primeira árvore percebeu que continha o maior tesouro do mundo!
A segunda árvore, anos mais tarde, acabou transportando um homem que acabou dormindo no barco, mas quando a tempestade quase afundou o pequeno barco, o homem se levantou e disse:
“PAZ”! E num relance, a segunda árvore entendeu que estava carregando o rei dos céus e da terra.
Tempos mais tarde, numa sexta-feira, a terceira árvore espantou-se quando suas vigas foram unidas em forma de cruz e um homem foi pregado nela.
Logo, sentiu-se horrível e cruel.
Mas, logo no domingo, o mundo vibrou de alegria e a terceira árvore entendeu que nela havia sido pregado um homem para salvação da humanidade, e que as pessoas sempre se lembrariam de Deus e de seu filho Jesus Cristo ao olharem para ela.
As árvores haviam tido sonhos… Mas as suas realizações foram mil vezes melhores e mais sábias do que haviam imaginado.
Temos os nossos sonhos e nossos planos que, por vezes, não coincidem com os planos que Deus tem para nós; e, quase sempre, somos surpreendidos com a sua generosidade e misericórdia.
É importante compreendermos que tudo vem de Deus, acreditarmos, termos fé, pois Ele sabe muito bem o que é melhor para cada um de nós.
FELIZ NATAL!!!(para todos os clientes e amnigos)
Bjs com muita luz!!!!!

Dicas para emagrecer

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Deixe as ilusões para trás e veja o ponteiro da balança descer

Deixe as ilusões para trás e veja o ponteiro da balança descer

Abandone os pensamentos típicos e errados de quem faz dietaAo dar a largada da reeducação alimentar, algumas idéias que costumam rondar o dia-a-dia de quem está de dieta podem chegar até você. Além de atentar ao cardápio, espantar as ilusões típicas do processo de emagrecimento é fundamental para atingir sua meta. Para ajudá-la a desmascarar as farsas, a responsável pela equipe nutricional do Minha Vida, Roberta Stella, montou uma lista com cinco delas. Saiba como agir contra os pensamentos ilusórios.
Ilusão: Depois de atingir a meta, o cardápio não precisa mais ser controlado.Além de enganadora, a idéia pode resultar na volta dos quilos perdidos, fazendo o esforço da dieta ir por água abaixo. Ao conseguir emagrecer, muita gente retoma, gradativamente, os hábitos alimentares errôneos , alerta Roberta. O resultado não poderia ser outro, a não ser a subida do ponteiro da balança.
Se você aumentar a ingestão de calorias e diminuir a prática de atividade física, o ganho de peso será notado , exemplifica. Para não tropeçar nessa ilusão, a nutricionista do Minha Vida aconselha a encarar a dieta como uma transição para seguir um cardápio saudável por toda a vida, cometendo excessos esporadicamente.
Ilusão: Determinação é suficiente para ver o ponteiro da balança descer. O papel da força de vontade é indiscutível quando falamos de emagrecimento. É a determinação que faz você resistir a um delicioso bolo de chocolate e colocar seu objetivo em primeiro plano. Porém, nem tudo gira em torno dela. É necessário ter noções sobre o que são pratos balanceados, em vez de simplesmente fechar a boca , atenta a nutricionista.
Roberta aconselha ainda a evitar promessas difíceis de serem cumpridas para não sofrer com frustrações posteriores. Nada de querer eliminar uma grande quantidade de peso em um curto período de tempo. Trabalhe com a perda de quatro quilos por mês. Some a isso, disciplina para manter um cardápio equilibrado e praticar exercícios físicos, aponta o caminho do emagrecimento saudável.
Ilusão: Todos os problemas somem junto com os quilos extras. É fato que a insatisfação com o peso acarreta outros problemas, como os ligados à saúde e à aceitação da imagem corporal. Mas essa relação pode causar uma confusão grande. Emagrecer melhora a auto-estima, a saúde e, assim, a qualidade de vida das pessoas , enumera a especialista. Ela ressalta que as melhoras no corpo são visíveis, mas se os problemas estiverem relacionados a fatores emocionais, só o emagrecimento pode não resolver.
Roberta diz também que é importante lembrar que as mudanças acontecem a longo prazo e não devem ser feitas apenas na fase de eliminação de peso. A manutenção dos hábitos é fundamental. Assim como é necessário estar emocionalmente preparado para tais mudanças no estilo de vida, completa.
Ilusão: Exercícios permitem calorias a mais no prato. Existe uma tendência de superestimar o gasto calórico decorrente da atividade física e subestimar as calorias obtidas pela alimentação, constata Roberta. Ela alerta que caminhar por uma hora e, em seguida, se presentear com um doce, coloca todo o esforço da atividade física a perder.
A especialista lembra que os exercícios entram em cena como complemento da dieta. Seguir um programa alimentar não exclui a necessidade de praticar exercícios. Assim como as atividades físicas não fazem com que o cuidado com a alimentação seja menor. O segredo é aliar os dois, de acordo com o perfil de cada pessoa, completa.
Ilusão: Situações fora da rotina são motivos para sair da dieta. Aniversários, festas em família e encontro com os amigos sempre farão parte da sua vida social. Se você transformar tais eventos em pretexto para se esbaldar nas tentações, certamente, vai comprometer seu projeto de emagrecimento. Quando você depara com alimentos que não estavam previstos no cardápio de redução de peso, é fundamental fazer as opções certas e controlar quantidade do que for ingerido, dá a dica Roberta.
Mais um conselho da nutricionista é saber dizer não para ofertas muito calóricas e para a insistência de amigos ou familiares. É comum as pessoas que ofertam os alimentos insistirem, dizendo que só um dia não faz mal. Nessa hora, pense em sua meta e no que deseja para si, incentiva.
Roberta explica que consumir um pouquinho de cada alimento é outra armadilha. Principalmente quando falamos de preparações mais calóricas. Uma porção pequena de cada alimento pode somar um valor calórico excessivo no final de uma festa, exemplifica. Para não correr esse risco, a nutricionista afirma que a moderação deve estar em primeiro plano.
Em vez de comer três fatias pequenas de diferentes tipos de bolo, prefira uma fatia média do seu bolo preferido. Ainda de acordo com ela, as situações que fogem da rotina alimentar podem ser benéficas para a dieta. A partir delas, você consegue verificar o quanto está empenhada para mudar a alimentação e ter um estilo de vida mais saudável.