quarta-feira, 28 de julho de 2010

Minimize os efeitos da celulite e tenha um corpo de dar inveja

Celulite: não a deixe ficar no seu corpo
Aprenda a minimizar os seus efeitos
A "celulite" atinge até 95% das mulheres, principalmente nas fases sujeitas a alterações hormonais como a puberdade, gravidez e uso de pílulas anticoncepcionais, sendo uma das queixas mais freqüentes em relação à estética. O aspecto de "casca de laranja" causa incômodo e insatisfação com o próprio corpo, levando à procura de uma solução para o problema. As causas que dão origem à celulite não são totalmente conhecidas. Além de uma predisposição hereditária, alterações enzimáticas e hormonais parecem estar envolvidas, diminuindo a quebra das células gordurosas ou aumentando o seu volume. As regiões mais atingidas pela celulite são aquelas onde as mulheres costumam acumular mais gordura: abdômen, quadris, culotes, nádegas, coxas e pernas. No nosso organismo, algumas células têm a função de acumular energia, sob a forma de gordura, para ser usada quando necessário. São os adipócitos (células gordurosas). Estas células se localizam na hipoderme, a camada mais profunda da pele. Nas mulheres, esta camada apresenta fibras ligando a superfície ao tecido mais profundo, como se fosse um colchão de molas. Estas pontes fibrosas repuxam a pele para baixo, dando o aspecto de "furinhos", que é característico da celulite.
"Para tratar não tem milagre. Podemos melhorar o aspecto da pele e principalmente preveni-la, criando um estilo de vida saudável".
Além disso, fatores como a hereditariedade, as alterações hormonais e enzimáticas, em conjunto, levam a uma alteração circulatória com acúmulo de líquidos e proteínas nas células de gordura, provocando uma modificação da textura do tecido subcutâneo e, posteriormente, uma irregularidade da superfície da pele, que leva ao aspecto visual de "casca de laranja". A celulite pode estar, ou não, associada à obesidade. No entanto, com o aumento do peso, ela aparece mais, pois o aumento das células gordurosas acentua o repuxamento das fibras.Quando o acúmulo de gordura ocorre de forma excessiva, pode comprimir vasos sanguíneos e linfáticos levando à formação de edema (inchaço) e fibrose. Nesta situação, a celulite se torna mais grave, formando áreas endurecidas e nodulares. Em alguns casos, ocorre inflamação e dor local. Lipodistrofia Ginóide é o nome técnico e correto da "celulite". O sufixo "ite" significa a presença de inflamação. Celulite é uma doença infecciosa, que causa febre, dores, vermelhidão e inchaço na pele.
"A radiofreqüência, infravermelho e sucção mecânica é a promessa de excelentes resultados para este problema que aflige tantas as mulheres".
Para tratar não tem milagrePodemos melhorar o aspecto da pele e principalmente preveni-la, criando um estilo de vida saudável: consumir determinados alimentos e evitar outros, praticar atividade física regularmente, não fumar e, se possível, fazer massagens do tipo drenagem ou recorrer a outros tratamentos estéticos já disponíveis no mercado, mostrando ótimos resultados. Fatores hereditários e hormonais são muitos importantes na gênese do problema, sendo também os distúrbios alimentares e sedentarismo fatores agravantes do problema. Seu tratamento inclui múltiplas modalidades, variando conforme a gravidade do caso1-3. Um conjunto de medidas é necessário para efetiva abordagem do problema. Medidas isoladas não resultam em tratamento eficaz, por isso a paciente precisa de motivação e forte adesão à terapêutica. As principais modalidades terapêuticas para o tratamento da LDG são: medidas dietéticas, atividades físicas, tratamento medicamentoso, cirurgia, eletrostética e recursos de estética corporal. Outro tratamento importante é o ultra-som, introduzido há mais de sete anos no mundo da estética. Ele baseia-se na produção de uma vibração mecânica de característica igual à da vibração sonora, porém com freqüências muito mais elevadas.
Métodos mecânicos de vibração, rolamento e compressão como endermologia e cellutec auxiliam a remodelação do tecido conectivo e dos liquidos corporais. Recentemente a radiofreqüência é o avanço tecnológico capaz de produzir melhores resultados, pois atua no sistema linfático, gorduroso e cutâneo (colágeno), tratando celulites com graus mais severos.

Tire suas dúvidas sobre a celulite




Tire suas dúvidas sobre a celulite
Saiba mais sobre o problema estético de 90% das mulheres
1. O que é celulite?Celulite é uma doença que provoca acúmulo de gordura, água e toxinas nas células, fazendo com que essas células fiquem cheias e endurecidas, deixando o local com desníveis (ondulações e retrações) e nódulos, que se manifestam externamente através do aspecto "acolchoado" e/ou em "casca de laranja". 2. O que causa a celulite?É causada por alterações no tecido gorduroso sob a pele, em conjunto com alterações na microcirculação e consequente aumento do tecido fibroso. 3. Quem sofre com esse problema? Este problema estético ocorre em 90% das mulheres logo após a adolescência e raramente acontece nos homens. Ao contrário do que se diz, a celulite não está relacionada com a obesidade. Aparece em pessoas obesas, normais e magras.
4. Quais são as principais dicas para se reduzir a celulite?Reduza o consumo de calorias diminuindo a ingestão de alimentos gordurosos, pois representam nossa maior fonte concentrada de calorias, acumulando mais do que o dobro de calorias das proteínas e carboidratos. Prepare-os no vapor, grelhados, cozidos ou assados.Evite, sempre, as frituras, ricas em gorduras. Procure utilizar pouco óleo nas preparações, inclusive no tempero de saladas. Prefira o azeite ou óleos como o de canola ou girassol. Evite os doces com recheios, creme de leite, chantilly, chocolate, pois possuem grande quantidade de gorduras e alta concentração de calorias. Prefira as frutas ou se fizer muita questão dos doces, escolhas os feitos a base destas. Evite os molhos gordurosos, preferindo sempre os mais simples. Coma moderadamente, usando o bom senso e pratique exercícios regularmente.
Prefira os alimentos integrais, pois são ricos em fibras que ajudam no bom funcionamento do intestino e auxiliam na excreção de excesso de gorduras e colesterol da dieta. Utilize sal com moderação, pois o excesso deste, é responsável pela retenção de líquidos pelo organismo.Mastigue bem os alimentos, este processo permite que o processo digestivo seja mais lento, tendo maior tempo para o órgão enviar mensagens para o cérebro e, assim, diminuindo a vontade de continuar a comer. Lembre-se o cérebro precisa de 20 minutos para receber os estímulos de saciedade.Faça várias refeições ao dia em pequenas porções, facilita a digestão. Seu apetite será menor e o organismo mandará menos reservas para os depósitos de gordura.
5. Quais são os tratamentos mais indicados para combater a celulite?
Drenagem Linfática Manual: é uma massagem com o objetivo de ativar a circulação e o sistema linfático. Com isto o corpo humano tem mais facilidade de livrar das toxinas e dos radicais livres. Com esta massagem é possível drenar o inchaço causado pela celulite. Excelente como manutenção de outros tratamentos. Duração da Sessão: 20/60 minutosNº de Sessões: 20 Sessões (2 - 3 por semana)Resultado: Indicada para todos os graus de celulite, apresenta excelentes resultados nos graus mais iniciais, podendo chegar a eliminá-la.Endermologia: é realizada através de um equipamento que massageia a pele de forma profunda, atingindo a gordura localizada. Sua tecnologia à vácuo tem a capacidade de dissolver os nódulos de gordura, realizando uma drenagem linfática.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Traços de personalidade são revelados pela aparência



Traços de personalidade são revelados pela aparência
Expressões faciais, expressivas ou estáticas, podem dizer muito sobre alguém
Sabe aquela velha expressão "A Primeira Impressão É a Que Fica" Um estudo recente, realizado por pesquisadores da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, revelou que ela tem seu fundo de verdade. De acordo com a pesquisa, é possível determinar traços da personalidade de alguém apenas por conclusões iniciais sobre essa pessoa. Cerca de 100 estudantes da universidade, em idade de graduação, participaram do estudo divididos em dois grupos: um deles foi o grupo de pessoas que seriam avaliadas e o outro foi composto pelo que foi chamado de "juízes de personalidade". Os testes consistiram na análise de personalidade por meio de fotografias. Foram tiradas duas fotos de cada um dos indivíduos do grupo dos avaliados em uma pose determinada pelos pesquisadores. Uma delas foi olhando para a câmera sem sorrir, com os pés afastados e as mãos ao lado do corpo. A outra foi fotografada com poses espontâneas. A seguir, preencheram um questionário que avaliava traços de personalidade, que também foi respondido por pessoas que os conheciam bem.
Em seguida, os "juízes" indicaram 10 traços de personalidade com base nas fotografias tiradas. Dentre as fotos, com a pose determinada pelos pesquisadores, os "juízes" foram capazes de adivinhar ao menos 3 traços do fotografado. Já nas fotos espontâneas, quase todos os traços de personalidade foram apontados. Segundo os pesquisadores, extrovertidos tendem a sorrir mais, por exemplo, e demonstrar menos tensão, sugerindo que a personalidade pode se manifestar através de canais estáticos e expressivos da aparência.

Obesidade e sobrepeso: o que você pode fazer para evitá-los

Obesidade e sobrepeso: o que você pode fazer para evitá-los
Exercício físico estimula a perda calórica e eleva a qualidade de vida
A Obesidade é uma condição crônica que se caracteriza por um excesso de gordura acumulada no corpo. Diagnostica-se a obesidade por uma medida de parâmetro populacional chamada Índice de Massa Corporal (IMC). O Índice de Massa Corporal é uma formula utilizada para medir a obesidade adotada pela Organização Mundial de Saúde (OMS). É o padrão internacional para avaliar o grau de obesidade. Vamos calcular o seu IMC? Por exemplo, se o seu peso é 80 Kg e a sua altura é 1,80, a fórmula ficará: IMC = peso em kg (80) / altura em cm (1,80) x altura em cm (1,80) IMC = 80 ÷ 3,24 IMC = 24,69 Confira nas tabelas abaixo: Tabela de IMC para MulheresAbaixo do peso - abaixo de 19Normal - de 19 a 23,9 Obesidade leve - de 24 a 28,9 Obesidade moderada - 29 a 38,9Obesidade grave ou mórbida - acima de 39Tabela de IMC para HomensAbaixo do peso - abaixo de 20Normal - de 20 a 24,9 Obesidade leve - de 25 a 29,9 Obesidade moderada - 39 a 39,9Obesidade grave ou mórbida - acima de 40
Por que preocupar-se com a obesidade?
Tanto o sobrepeso como a obesidade colocam o coração numa situação de verdadeira "pressão". Essa alta sobrecarga no músculo cardíaco, originária da obesidade, pode aumentar a possibilidade de doenças sérias, tais como: - DIABETES - DOENÇAS CARDÍACAS - PRESSÃO ARTERIAL ALTA - DERRAMES (acidente vascular encefálico) - CÁLCULOS NA VESÍCULA ? COLESTEROL ALTO (ruim LDL) - QUASE TODOS OS TIPOS DE CÂNCER - MORTE PREMATURA Além de que a obesidade também pode complicar os tratamentos médicos.
O que causa a obesidade?
A obesidade é sumamente complexa e não é somente um problema de força de vontade ou de autocontrole. Em geral são causadas por uma combinação de comer em excesso, falta de exercício e fatores genéticos hereditários. O sobrepeso e a obesidade ocorrem quando ao longo do tempo, o corpo ingere mais calorias do que se consome. Entretanto, existem algumas pessoas que aumentam o peso de gordura com mais facilidade que outras. A obesidade também pode ser causada por um desequilíbrio hormonal.
Como tratar a obesidade?
Não existe uma pílula mágica, mas há tratamentos eficazes que ajudam a melhorar essa condição. O tratamento adequado é aquele feito a longo prazo com a combinação de: dieta equilibrada, maior atividade física e mudanças no estilo de vida. Em alguns casos é aconselhável o acompanhamento médico para avaliar o melhor tipo de tratamento. Mas, a chave para o controle de peso é equilibrar o consumo de energia (ingestão de alimentos) e a quantidade de calorias que o nosso corpo consome (atividade física).
Gastar mais calorias do que consumir
O exercício físico é uma maneira fundamental para fazer isso. Quando você se exercita regularmente, fortalece os músculos, as células musculares passam a gastar mais energia e ao longo do tempo, seu corpo trabalhará com mais eficiencia, tornando-se um bom "gastador de calorias" (ou científicamente ocorre o aumento da taxa metabólica basal) o que resulta no emagrecimento. Para este passo rumo a uma saúde de ouro acontecer da melhor forma possível, inicialmente é fundamental saber o grau de obesidade (ou sobrepeso) e cuidados para a prescrição adequada de atividade física. Nesse caso, um profissional de Educação Física fará sua avaliação física específica (incluindo o percentual de gordura e análise nutricional) para poder determinar e prescrever os melhores exercícios respeitando a individualidade de cada pessoa. Vamos lá! Nunca é tarde para começar. Você pode e conseguirá ter uma vida mais saudável e feliz, basta começar!

sexta-feira, 23 de julho de 2010

5 dicas para controlar a ansiedade

5 dicas para controlar a ansiedade
Se livre deste incômodo tomando algumas atitudes no dia-a-dia



A ansiedade é um estado caracterizado por medo, apreensão, mal-estar, desconforto, insegurança, estranheza do ambiente ou de si mesmo e, muito freqüentemente, pela sensação de que algo desagradável está para acontecer. Além dos medicamentos convencionais, existem algumas alternativas naturais que podem nos ajudar a controlar a ansiedade. É sobre elas que vamos falar. 1) A forma mais comum de tratar a ansiedade é a prática de exercícios físicos. Praticar exercícios físicos ajuda a lidar com estados de ansiedade porque eleva a produção de serotonina, substância que aumenta a sensação de prazer. Essa alternativa costuma funcionar dependendo da disposição da pessoa, uma vez que nem todo mundo gosta de praticar exercícios. Caminhar três vezes por semana, por pelo menos meia hora, já pode ajudar a lidar com a ansiedade. O momento da caminhada, além de ser um exercício para o corpo, também pode ser aproveitado para trabalhar a mente, sob a forma da meditação ativa. Quando você anda, pensa. A caminhada de meia hora é um movimento repetitivo e você acaba pensando nos pontos geradores de ansiedade que precisa trabalhar; 2) Pessoas com tendência a ansiedade precisam reduzir o seu estresse diário. Para as que ficam estressadas com mais facilidade recomendo sessões de massagem e acupuntura regulares, além de ioga e meditação. Muitos pacientes com ansiedade se beneficiam também de tratamentos alternativos como a homeopatia e o uso de florais de Bach. A ioga oferece ao praticante a possibilidade de aprender a controlar sua mente e seu corpo. Este controle, que é obtido através de uma combinação de técnicas respiratórias, corporais e de meditação. Tem como resultados o aumento da flexibilidade, fortalecimento dos músculos, aumento de vitalidade e maior controle sobre o estresse. Além da ioga, outra alternativa de controle da ansiedade são as massagens. Se tiverem uma abordagem mais oriental, buscando o equilíbrio emocional, melhor; 3) Para reduzir as reações do sistema nervoso autônomo, devemos fazer o controle da respiração. Isto pode ser feito compassando a respiração e inspirando lentamente pelo nariz, com a boca fechada. Ao inspirar deixar o abdome expandir-se, ou seja, estufar a barriga e não o peito. Depois, expirar lentamente, expelindo o ar pela boca. Isto pode ser feito em qualquer lugar, a qualquer hora. Além disso, quando você estiver em um ambiente silencioso e com possibilidade de ficar deitado, use uma técnica de relaxamento. O relaxamento combinado com a respiração diafragmática, certamente, reduzirá a respiração ofegante, a taquicardia e o tremor; 4) Em situações de ansiedade que se estendem por longos períodos, recomenda-se que a pessoa evite os pensamentos negativos ou catastróficos. Deve-se tentar dimensionar a gravidade da situação, questionando a si mesmo se existe uma forma alternativa de análise, se estamos superestimando o grau de responsabilidade que temos nos fatos ou se estamos subestimando o grau de controle que podemos ter. Uma vez avaliada a situação, devemos substituir os pensamentos sobre o evento temido, principalmente, os negativos por outros pensamentos. Sempre que um pensamento negativo se iniciar, devesse substituí-lo por outro pensamento qualquer, preferencialmente, agradável. Isto certamente não é fácil de ser feito, mas é possível e trata-se de um aspecto importante, pois os pensamentos e as falas negativas agravam a situação, intensificando as respostas autonômicas, como o mal-estar e o descontrole respiratório; 5) Para controlar a ansiedade, podemos ingerir alimentos que sejam fonte de triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, como a banana e o chocolate, de forma moderada, para não ganhar peso. Outra possibilidade é ingerir o triptofano em cápsulas, junto com vitamina B6 e magnésio. Outros aminoácidos que podem ajudar são a taurina e a glutamina. Eles aumentam a disponibilidade de um neurotransmissor chamado GABA, que o organismo usa para controlar fisiologicamente a ansiedade. Eles também podem ser ingeridos em cápsulas, mas apenas com a orientação de um médico especialista. Existem ainda os chás. A maioria possui substâncias que funcionam como sedativos suaves e podem ajudar no controle da ansiedade diária. As plantas mais conhecidas e estudadas com essa ação são a passiflora, a melissa a camomila e a valeriana.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Glossário da dieta ajuda a colher resultados

Glossário da dieta ajuda a colher resultados
Com o dicionário da dieta, você descobre o que precisa fazer para que tudo dê certo



Calorias? Fibras? Índice Glicêmico?Quando estamos de dieta, até o nosso vocabulário muda. Mas, muitas vezes, não entendemos o que realmente significa cada termo que encontramos pela frente.Porém, saber o que eles representam, pode ajudar a sua dieta a ser mais bem sucedida. Assim você não terá mais desculpas para começar sua reeducação alimentar. Mas, para colher os resultados, lembre-se que, conforme sexo, idade, estatura, peso e nível de atividade física, você deve seguir um cardápio especialmente voltado para o seu perfil. Cada pessoa, de acordo com suas características particulares, apresenta uma determinada quantidade calórica para manter o peso. A seguir, entenda o Be-a-bá da alimentação:
Açúcar
O tipo refinado é o vilão da dieta, pois esse processo de refinamento faz com que ele perca todas as vitaminas. Esse tipo de açúcar cai rapidamente na corrente sanguínea e eleva o nível de glicose do sangue. Porém, outras duas opções de açúcar são um pouco mais saudáveis. "O açúcar mascavo é muito nutritivo, já que não passa por todas as etapas de refinamento e conserva parte do cálcio, ferro, das proteínas e vitaminas B1 e B2. Já o açúcar orgânico possui propriedades semelhantes às do mascavo porque ele não sofre refinamento, além disso, não são usados agrotóxicos no plantio da cana?" esclarece a nutricionista e especialista do Minha Vida, Daniela Hueb.
Adoçante
Conhecidos também por edulcorantes, os adoçantes podem ser naturais (sacarose, frutose, polióis e stevia) ou sintéticos (sacarina, ciclamato, aspartamo e sucralose). Além disso, são classificados como nutritivos, isto é, calóricos, como a sacarose, a frutose, os polióis e o aspartamo, e não-nutritivos, ou seja, isentos de calorias, como a sacarina, o ciclamato, o stevia e a sucralose. Em todos os casos, o objetivo principal de um adoçante é adoçar os alimentos e, ao mesmo tempo, apresentar um sabor semelhante ao da sacarose, o nosso açúcar comum.
Alimentos funcionais
São aqueles que, aliados a dieta equilibrada e ajustada à necessidade de cada indivíduo, têm componentes benéficos para o corpo, capazes de reduzir o risco de algumas doenças, melhorando os mecanismos de defesa imunológica, prevenindo disfunções, melhorando as condições físicas e mentais e, ainda retardando o processo de envelhecimento. De acordo com o nutrólogo Edson Credidio, da Unicamp, os alimentos funcionais são divididos em quatro grupos: - Alimentos que apresentam benefícios em relação a outros similares, por exemplo, hortaliças obtidas através de técnicas adequadas de cultivo; - Alimentos processados que tenham sofrido algum tipo de modificação, como por exemplo, o teor reduzido de gordura ou enriquecimento com antioxidantes; - Ingredientes especificamente incorporados a alimentos, como fibras e probióticos, ou seja, alimentos ricos em organismos vivos, como o iogurte. - Novos alimentos produzidos por biotecnologia ou métodos diferenciados, como exemplo : alimento enriquecido com Omega 3 ou cereais matinais enriquecidos com aveia ou fibras solúveis. São exemplos de alimentos funcionais: alho, chá verde, azeite de oliva, peixe, soja, uva, castanha do Pará, linhaça, amêndoas e leite.
Antioxidantes
Os antioxidantes neutralizam a ação dos radicais livres, substâncias formadas pelo nosso próprio organismo e altamente reativas. Os radicais livres são responsáveis pela oxidação (ou degradação) das células do nosso corpo. "Esses radicais são úteis ao organismo, mas, em excesso, podem prejudicá-lo, através do depósito de colesterol nas paredes dos vasos sanguíneos, do enrijecimento das células e da anulação de algumas enzimas", ensina a nutricionista Roberta Stella, do Dieta e Saúde. Um cardápio diário rico em frutas, verduras, legumes e cereais integrais é a receita ideal.
Caloria (Valor energético)
"Caloria é uma forma de medida que representa a energia dos nutrientes contidos nos alimentos. Usando termos mais específicos, uma caloria é a quantidade de energia necessária para aumentar a temperatura de 1 litro de água em 1 grau Celsius. É por este motivo que, em nutrição, ela é chamada de quilocaloria. Isso também explica a abreviação Kcal, sempre vista nos rótulos dos alimentos e nas receitas", esclarece Roberta Stella.
Carboidrato
Melhor fonte de energia pra o organismo, o ideal é que de toda a quantidade de calorias ingeridas no dia, de 50 a 60% venha dos carboidratos. Ao eliminar de vez o macronutriente da alimentação, sintomas como dor de cabeça, irritação, halitose, cansaço físico e mental podem aparecer. Os carboidratos são divididos em dois grupos: os complexos e os simples.
Carboidrato complexo
Garantem uma saciedade prolongada por terem digestão mais lenta. Encontrados nos cereais, arroz, pães e massas integrais e castanhas, eles são ainda mais eficientes quando obtidos pela versão integral, pois as fibras colaboram para que o estômago demore mais tempo para pedir comida.
Carboidrato simples
Encontrados nos doces, pães, pizzas e massas à base de trigo refinado, no leite e nas frutas, têm um teor maior de glicose e, por isso, são digeridos mais rápido. Isso quer dizer que, depois de se deliciar com algum alimento rico em carboidratos simples, você não demora muito tempo a sentir fome novamente. As frutas, por também serem ricas em vitaminas, fibras e sais minerais, são as melhores opções para obter essa variação do nutriente.
Colesterol
Quimicamente, o colesterol é um álcool, mas ele só consegue circular pelo corpo grudado em moléculas chamadas lipoproteínas. O colesterol pode ser de dois tipos: LDL, o famoso mau colesterol, que tem baixos níveis protéicos, e o HDL, com grande quantidade de proteína, conhecido como bom colesterol por ser responsável por eliminar o excesso de LDL do sangue. Alimentos de origem vegetal não contêm colesterol e os alimentos ricos em gordura saturada (carne vermelha, queijos amarelos, ovos, doces e frituras) são os maiores responsáveis por altos índices no organismo. Quando há muito colesterol no sangue, ele se acumula nas paredes das artérias, levando à aterosclerose. As artérias ficam mais estreitas e o fluxo sanguíneo para o coração é bloqueado ou reduzido, impedindo a passagem de oxigênio para o coração, o que pode levar a um ataque cardíaco. Por isso, uma dieta saudável é muito importante para a manutenção da saúde. Alimentos como feijão, nozes, legumes e verduras apresentam um óleo vegetal rico em fitoesteróis, substâncias que ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim no organismo.
Diet
Os alimentos considerados diet são aqueles em que um dos componentes nutricionais (açúcar, sal, proteínas ou gorduras) existentes no produto original foi retirado. O produto diet pode ter 0% de açúcar, mas continuar tendo o mesmo número de quilocalorias que o tradicional. São indicados para pessoas que têm restrições alimentares a alguma substância específica.
Digestão
Trata-se do conjunto das transformações, mecânicas e químicas, que os alimentos sofrem ao longo de um sistema digestivo, para se converterem em compostos menores que serão absorvidos pelo organismo. O organismo leva, em média, quatro horas para fazer a digestão dos alimentos. Alimentos mal digeridos vão se acumulando e se transformando em gordura. As gorduras são os nutrientes com maior dificuldade de digestão e que, de maneira geral, alimentos ricos em carboidratos, como arroz, massas, pães, frutas e legumes, são digeridos mais facilmente.
Fibras
Há dois tipos de fibras, insolúveis e solúveis. O primeiro grupo contém fibras que não são absorvidas pelo organismo e, por isso, aumentam a sensação de saciedade e também o volume das fezes, facilitando a sua eliminação. Nesse processo, levam junto substâncias tóxicas e cancerígenas, deixando o organismo mais protegido contra tumores no intestino e no cólon. Já as fibras solúveis, se ligam a água e formam uma espécie de gel no intestino, por isso, é recomendado beber bastante água para que elas façam efeito, já que esse gel protege contra úlcera e gastrite por reduzir os níveis de gastrina, um dos hormônios causadores da acidez estomacal. A nutricionista Roberta Stella afirma que de 20 a 30 gramas de qualquer um dos tipos de fibras já garante benefícios para o organismo. Por isso, inclua mais verduras, legumes, frutas, trigo, arroz e pães integrais no seu cardápio diário.
Glúten
É uma proteína encontrada em quatro tipos de alimentos: o trigo, a cevada (incluindo o malte, subproduto da cevada), a aveia e o centeio. Qualquer receita ou produto alimentar que apresenta, na composição, um desses alimentos, vai possuir o glúten mesmo que em pequenas quantidades. Para algumas pessoas, a ingestão de glúten provoca danos na parede do intestino delgado, o que acarreta prejuízos para a saúde e pode ocasionar a doença celíaca.
Gorduras saturadas
São basicamente gorduras animais, que provêm de carnes, lácteos e outros. Este tipo de gordura tende a aumentar tanto o colesterol bom como mal e por isso são para doenças cardiovasculares. "O consumo diário desse nutriente deve se restringir a 7% das calorias totais da dieta", diz Roberta Stella.

Gorduras insaturadas
São consideradas "boas", uma vez que melhoram os níveis de colesterol no sangue. Estão presentes principalmente em fontes vegetais como azeites de girassol, soja, milho, azeites de oliva, amendoim, amêndoas, abacate e peixes. Esse tipo de gordura se divide em dois grupos, as monoinsaturadas - abacate, óleo de canola, azeite de oliva, óleo de gergelim -, que fornecem energia e diminuem os níveis de colesterol ruim no sangue e as poliinsaturadas, compostas pelos famosos ômega-3 e ômega-6 - peixes, soja, óleo de peixe e grãos -. Esse grupo ajuda também a reduzir os níveis de colesterol e dificulta a formação de coágulos nas artérias.
Gordura Trans
Pior tipo de gordura existente ela é originária da gordura vegetal, porém, para dar sabor, forma e textura aos alimentos industrializados, passa por um processo denominado hidrogenação. Assim a gordura que era líquida e insaturada fica sólida e saturada, trazendo riscos quando consumida em grandes quantidades. "Ainda não existe uma recomendação de quantidade de gordura trans para a dieta, mas sugerimos o consumo de, no máximo, 2 gramas por dia" , afirma Roberta. Bolos e tortas industrializadas, biscoitos salgados, biscoitos recheados, pratos congelados, sorvetes cremosos e margarinas incluem essa gordura em suas receitas.

Faça sua avaliação gratuita, descubra a sua faixa de peso ideal e como emagrecer de forma saudável
(ex: 65.5) (ex: 1,65)
Índice Glicêmico (IG)
Ele mede a velocidade com que os níveis de insulina aumentam em resposta à rapidez com que a glicose entra na corrente sanguínea. Grande parte dos alimentos, em especial os carboidratos, é transformada em glicose (daí o glicêmico) no organismo. A insulina, hormônio produzido pelo pâncreas, é que transporta a glicose pelo sangue até as células e mantém os níveis de açúcar estáveis. Os alimentos estão divididos em três categorias de índice glicêmico: baixo (IG menor ou igual a 55), médio (IG de 56 a 69) e alto (maior ou igual a 70). Quanto maior a quantidade de insulina exigida para que o alimento seja metabolizado, maior é seu IG. Ou seja, o índice revela a velocidade com que cada alimento será absorvido pelo organismo. Por isso, o ideal para um cardápio leve e que mantém a saciedade são as opções com baixo IG.
Índice de massa corpórea (IMC)
É a medida internacional usada para calcular se uma pessoa está no peso ideal, aquele que não indica riscos à saúde. O IMC é determinado pela divisão da massa da pessoa (em quilogramas) pelo quadrado de sua altura (em metros).
Light
Os alimentos light são aqueles que devem ter uma redução de no mínio 25% de qualquer substância fornecedora de quilocalorias existente no produto original, como a gordura ou o açúcar. São os alimentos certos para aquelas pessoas que querem perder peso e ter uma alimentação saudável, pois apesar de terem todas as substâncias encontradas no original, tem seu valor energético reduzido.
Metabolismo
É o conjunto de transformações que as substâncias químicas sofrem no interior do nosso organismo. O metabolismo é o responsável pelo funcionamento do nosso corpo. Quanto mais acelerado o metabolismo estiver, mais rápido nós queimamos calorias. Alguns estudos indicam uma lista de alimentos eficientes na aceleração do metabolismo. Entre eles, destacam-se o chá, o café, o salsão, a pimenta e o gengibre.
Minerais
Os minerais são nutrientes com função plástica e reguladora do organismo. Como os minerais não são sintetizados, precisamos consumir alimentos que sejam fontes deles, como legumes, frutas, verduras e leguminosas. Os principais minerais indispensáveis para a manutenção da saúde do nosso corpo são: cálcio, ferro, fósforo, potássio e sódio.
Nutrientes
Indispensáveis no dia a dia, os nutrientes, como vitaminas e sais minerais, atuam como combustíveis para manter o organismo saudável e sempre bem disposto. Quando um deles está em falta, o corpo dá sinais de cansaço e fica vulnerável à doenças como anemia, viroses e outras tantas que invadem o sistema imunológico, quando nossa resistência está baixa.Para evitar que nossa máquina entre em pane, é preciso ingerir a quantidade e o tipo certo de nutrientes para suprir as necessidades básicas de cada fase da vida.
Obesidade
A doença é caracterizada quando o índice de massa corpórea (IMC) está acima de 25. Quando esse índice está acima de 40, ela é definida como obesidade mórbida. Entre as causas se destacam os fatores genéticos, ambientais (hábitos pessoais e familiares), hábitos populacionais, religião, fatores sócio-econômicos, compulsão ou depressão, entre outros.
Pirâmide alimentar
Trata-se de um gráfico, desenvolvido pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, em 1992, que contém todas as informações necessárias para você montar refeições saudáveis. De acordo com a nutricionista Roberta Stella, a divisão dos grupos alimentares e de quais alimentos fazem parte de cada pedaço da pirâmide é baseada em diversos fatores. "A cultura, as preferências e o padrão alimentar da população são levados em consideração e, por isso, existem variações dessa ferramenta educativa". Aqui no Brasil, a convenção é que a base da pirâmide, ou seja, os alimentos que devem compor a maior fatia da sua alimentação são formados por pães, cereais, tubérculos e raízes, os carboidratos. Seguidos por hortaliças, frutas, leite, carnes, leguminosas e, no topo, açúcares e doces.
Proteínas
São os nutrientes envolvidos com a formação de células, enzimas e hormônios, daí sua denominação de construtores. "São fontes de substâncias que nosso organismo não produz, conhecidas por aminoácidos essenciais. Por isso, alimentos ricos em proteínas devem fazer parte do cardápio diário", explica Roberta Stella. Os alimentos fontes de proteínas são os de origem animal (carnes, leites) e alguns de origem vegetal (leguminosas, como soja e feijão). De toda a quantidade de calorias ingeridas no dia, cerca de 15 a 20% devem vir das proteínas.
Saciedade
O segredo de uma dieta bem sucedida é tentar retardar ao máximo a vontade de sair por aí devorando tudo. Por isso a saída é montar um cardápio repleto de comidas que enchem o estômago e ainda ajudam a eliminar os quilos extras. "Um elevado poder saciante é encontrado em alimentos ricos em proteínas, fibras e água, enquanto alimentos ricos em gordura apresentam baixa capacidade de controlar o apetite", explica a nutricionista Patrícia Bertolucci.

Sal
O alimento é a principal fonte de sódio. Tudo o que modifica a quantidade de água afeta a retenção de líquidos no nosso corpo, por isso que consumir muito sal é prejudicial para a saúde, além de o fato de levar à hipertensão. "A recomendação é que adultos ingiram de quatro a seis gramas de sal por dia. O problema é que é difícil controlar essa quantidade, já que nosso paladar está muito acostumado ao ingrediente. O jeito é tentar substituí-lo por outros ingredientes ou controlar a quantidade de sódio que ingerimos, através da leitura de rótulos. Lembrando sempre que seis gramas de sal se equivalem a 2,4 gramas de sódio", indica a nutricionista Roberta Stella.
Sódio
É o responsável pelo transporte de fluídos fora das células, ou seja, a substância ajuda a regular as passagens de líquido para as nossas células. O mineral regula as funções do organismo, como o ritmo cardíaco e o volume de sangue no corpo, porém se for consumido em excesso pode ser um gatilho para doenças cardiovasculares, como hipertensão e infarto. Por ser um conservante natural está presente em vários alimentos industrializados. De acordo com dados da OMS, a população brasileira consome duas vezes mais sódio do que o recomendado. Para adultos, o consumo diário do mineral deve ser de 4 g ramas, o equivalente a uma colher de sobremesa.
Vitaminas
Essenciais para o organismo, as vitaminas participam de diversas reações químicas e atuam no metabolismo. Classificadas em lipossolúveis e hidrossolúveis, as vitaminas são divididas de acordo com a capacidade que têm de se dissolver em gordura ou em água. Algumas de suas funções principais são o fortalecimento do sistema imunológico, manutenção do sistema nervoso, ajuda na coagulação sanguínea, combate os sintomas da depressão, entre outras.
Oleaginosas
Gergelim, semente de girassol, de abóbora, linhaça, castanhas, nozes, amêndoas e avelãs são alimentos que além de tapear a fome, elas trazem um bem enorme ao organismo. "Elas são ricas em ácidos graxos monoinsaturados que auxiliam o controle dos triglicérides, do colesterol total, do colesterol ruim (LDL), diminuindo o risco de desenvolvimento de doenças do coração", explica a nutricionista Patrícia Bertolucci. A única ressalva é que, algumas delas são muito calóricas e, por isso, deve-se maneirar no consumo.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

O QUE ACONTECE QUANDO VOCÊ ACABA DE BEBER UMA LATA DE REFRIGERANTE

**O QUE ACONTECE QUANDO VOCÊ ACABA DE BEBER UMA LATA DE REFRIGERANTE**


Prof. Dr. Carlos Alexandre Fett
Faculdade de Educação Física da UFMT Mestrado da Nutrição da UFMTLaboratório de Aptidão Física e Metabolismo
Primeiros 10 minutos:10 colheres de chá de açúcar batem no seu corpo, 100% do recomendado diariamente. Você não vomita imediatamente pelo doce extremo, porque o ácido fosfórico corta o gosto.
20 minutos:O nível de açúcar em seu sangue estoura, forçando um jorro de insulina. O fígado responde transformando todo o açúcar que recebe em gordura (É muito para este momento em particular).
40 minutos:A absorção de cafeína está completa. Suas pupilas dilatam, a pressão sanguínea sobe, o fígado responde bombeando mais açúcar na corrente. Os receptores de adenosina no cérebro são bloqueados para evitar tonteiras.
45 minutos:O corpo aumenta a produção de dopamina, estimulando os centros de prazer do corpo. (Fisicamente, funciona como com a heroína..)
50 minutos:O ácido fosfórico empurra cálcio, magnésio e zinco para o intestino grosso, aumentando o metabolismo. As altas doses de açúcar e outros adoçantes aumentam a excreção de cálcio na urina, ou seja, está urinando seus ossos, uma das causas das OSTEOPOROSE.
60 minutos:As propriedades diuréticas da cafeína entram em ação. Você urina. Agora é garantido que porá para fora cálcio, magnésio e zinco, os quais seus ossos precisariam..Conforme a onda abaixa você sofrerá um choque de açúcar. Ficará irritadiço. Você já terá posto para fora tudo que estava no refrigerante, mas não sem antes ter posto para fora, junto, coisas das quais farão falta ao seu organismo.
Pense nisso antes de beber refrigerantes. Se não puder evitá-los, modere sua ingestão! Prefira sucos naturais. Seu corpo agradece!*

10 dicas para você fazer milagres com a maquiagem


10 dicas para você fazer milagres com a maquiagem
Corretivo, base, sombra e batom: aprenda a fazer maquiagem em casa


Qualquer mulher pode ficar linda com as próprias mãos, basta botar em prática algumas dicas e regras básicas para realçar o que se tem de melhor e disfarçar pequenas imperfeições.Confira algumas dicas e arrase!Corretivos : aplique-os sempre em pequenos pontinhos e espalhe com batidas nos dedos.Base : a líquida proporciona um aspecto mais natural e é excelente para cobrir manchas.Pancake : durante o dia use a esponja seca para conseguir um aspecto mais natural e à noite a esponja pode ser umedecida trazendo um pouco de brilho ao rosto. Não se esqueça que pescoço e colo devem estar no mesmo tom do rosto, devendo-se utilizar maquiagem nessas áreas quando estão à mostra.
Rímel :para tornar seu olhar irresistível não economize. Passe pelo menos 3 camadas da máscara escolhida com intervalos de 1 minuto entre uma e outra.Sombra Fatal :para criar esse look, esfumace a sombra a partir da parte superior dos cílios com a ponta dos dedos ou com um cotonete, sempre no sentido de baixo para cima e de dentro para fora. Dê preferência a cores escuras como o preto, azul, marrom, vinho e suas nuances. Sombras Lights :Neste caso você pode usar sempre duas ou mais tonalidades criando um degradê em tons de rosa (do mais forte ao mais clarinho), dourado com terra e laranja ou tons de cinza com pérola.
Delineadores : só mesmo com muita prática, senão dê preferência apenas ao lápis seguindo o tom das sombras.Batom : para uma maior durabilidade, passe hidratante e uma leve camada de pó nos lábios, em seguida faça o contorno com lápis e preencha com um batom do mesmo tom. Tire o excesso colocando o dedo indicador dentro da boca em forma de biquinho.Outra dica importante é respeitar o equilíbrio da maquiagem. Quando os olhos estão mais ressaltados, procure usar tons neutros nos lábios e vice-versa.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Guia básico do peeling


Guia básico do peeling
O inverno é a estação perfeita para fazer peeling. Por isso, aproveitamos que o frio está chegando para revelar uma lista esclarecendo as dúvidas mais freqüentes sobre esse tratamento



Desde qual tipo escolher até quanto você vai gastar para dar um trato na pele. O que é O peeling é um procedimento utilizado para corrigir imperfeições da pele. Basicamente, trata-se de um processo de descamação, provocado por uma substância aplicada pelo dermatologista. O tratamento é eficiente para manchas, acne, rejuvenescimento e cicatrizes. E também é indicado para diminuir rugas finas e excesso de oleosidade. o peeling elimina as células mais danificadas da pele e estimula a produção de colágeno.O processo provoca uma esfoliação da pele ou até uma espécie de queimadura – ambas controladas –, para retirar as camadas mais superficiais e corrigir problemas.IdadeA técnica vale para qualquer idade. Desde os jovens irritados com a acne aos que queiram atenuar os sinais do tempo. Uma pessoa mais nova, geralmente, faz um peeling de ácido retinóico, para tratar manchas ou acne. Os mais velhos podem optar por um processo a base de ácido tricloroacético, para rugas.Intensidade Os peelings podem ter intensidades diferentes. Existem os mais superficiais, que agem na epiderme (camada superficial da pele), que são os mais usados e oferecem riscos mínimos de complicações. Mas, existem, ainda, os médios e profundos, para os casos mais graves, que atingem outras camadas da derme.Os tiposPeelings físicos: Esse método não utiliza produtos químicos e, sim, físicos como, por exemplo, a microdermoabrasão, que faz uma esfoliação da pele através de cristais de óxido de alumínio. É indicado para amenizar rugas finas, manchas e melhorar a textura de pele.Peelings químicos: Aí entram os princípios ativos. É possível usar ácidos para melhorar problemas como manchas, rugas finas, acne e flacidez. De acordo com o estado da pele, é escolhido o tipo de ácido e a profundidade que vai atingir. Por exemplo: o ácido mandelico realiza um peeling muito superficial, removendo a camada de células mortas da pele, para melhorar textura e maciez. Já o ácido retinóico realiza um peeling menos superficial – também leve –, removendo toda a epiderme, para melhorar manchas sutis. Um peeling médio atinge a derme superficial, e serve para melhorar manchas mais profundas e rugas finas. Nesse caso, usamos o ácido tricloroacetico (TCA). Por fim, o peeling profundo, feito com uma sustância chamada fenol (e deve ser feito em ambiente hospitalar), é usado para rejuvenescimento da pele muito envelhecida.InvernoSem dúvida, o inverno é a época ideal para fazer um peeling, principalmente o médio. Já os superficiais, como o retinóico, podem ser realizados em qualquer época do ano.
o motivo: O sol mais fraco evita complicações após o procedimento e facilita os cuidados. Pois, com a sensibilidade da pele, após o tratamento, é importante evitar a exposição ao sol, para não agredir o tecido, alerta o médico.Antes e depois Só existe cuidado prévio para os peelings médios e profundos. Nesses casos, é necessário uma preparação com uso de ácidos fracos e despigmentantes, de 15 a 30 dias antes do procedimento. Após qualquer peeling, o cuidado é o mesmo: usar protetor solar diariamente, renovando de duas a três vezes ao dia, e nada de tomar sol!.Resultados
Os médicos garantem que o tratamento melhora muito a pele. Interfere na textura, deixa o aspecto mais viçoso, diminui as cicatrizes de acne, atenua rugas, clareia manchas – inclusive as da gravidez – e pode ser um antiinflamatório para acne.PeriodicidadeAssim como depende de cada caso escolher o tipo de peeling adequado, também não há uma regra de quantas sessões devem ser feitas ou a periodicidade. Em geral, os mais leves são divididos em diferentes sessões. Já os médios e profundos são realizados em um único dia.

Alimentos que emagrecem de verdade!


Conheça os 10 alimentos que não faltam nas dietas dos famosos


Emagrecer custa caro. Calma, a gente nem está falando da força de vontade e da determinação em fechar a boca para suas delícias favoritas. A questão aqui é no bolso, mesmo: perder peso, com saúde, à base dos alimentos que vêm na cesta básica é tarefa quase impossível. Mas o investimento compensa, segundo a nutricionista Bia Rique. Com consultório na badalada clínica Ivo Pitanguy e representando a American Overseas Dietetic Association no Brasil, ela está acostumada a atender famosos e endinheirados do mundo todo. Os alimentos indispensáveis à dieta nem são assim tão caros, mas aumentam um pouco a despesa familiar , afirma Bia. Abaixo, confira as dez dicas da especialista para entrar em forma sem deixar a saúde de lado.1. Vegetais coloridos: nada de fechar a mão na hora de ir à feira. Os vegetais são fontes de fibra, água e fitonutrientes, por isso não podem faltar à dieta , diz Bia. São recomendadas de três a cinco porções diárias por dia de vegetais, incluindo legumes e verduras na lista. 2. Pão 100% integral: abolir as massas de farinha fina é uma das primeiras medidas de qualquer dieta. Além de ajudar seu intestino a funcionar melhor, os pães integrais mantêm a saciedade por mais tempo, já que a digestão deles demora mais. Resultado: você come menor e emagrece. 3. Azeite extra-virgem: quem está acostumado a usar óleo toma um susto quando vê os preços dos azeites nas prateleiras. Mas não tem jeito, afinal esse tipo de gordura é aliado do seu coração, reduzindo a formação de placas (ou ateromas) nas paredes dos vasos sangüíneos. Uma maneira de economizar um pouquinho é comprar a versão virgem, um pouco mais barata, para cozinhar. A extra-virgem pode ser usada apenas no tempero de saladas e pratos que não vão ao fogo , recomenda Bia Rique. 4. Aveia: o cereal é um exemplo de fibra solúvel que não pode, jamais, ficar de fora do cardápio de quem deseja emagrecer. A aveia age no controle do colesterol, da glicose sangüínea e regula o funcionamento do intestino. 5. Frutas frescas: como nos vegetais, o segredo está nas cores. Você precisa consumir de duas a quatro porções, diariamente. Vale experimentar em dentadas ou na forma de sucos, não importa. 6. Feijões: muita gente torce o nariz para eles. Mas está aqui um dos poucos ingredientes da cesta básica que fazem a diferença no regime. Preto, mulatinho ou carioca, o feijão é fonte de proteínas e fibras, ajudando a controlar a fome. 7. Peixes: as carnes brancas são o coringa de qualquer dieta, com destaque para os peixes. Mas esqueça os pacotes congelados do supermercado. Você precisa consumir versões frescas, que guardam os nutrientes e têm mais substâncias benéficas. De uns tempos para cá, salmão e outros peixes de água fria estão mais baratos: é que eles têm sido cultivados em cativeiro, perdendo muitas das propriedades nutricionais que apresentam quando são pescados em seu ambiente natural. 8. Queijo branco: ele tem menos gorduras e é fonte de proteína para sua dieta, além de oferecer cálcio (mineral que, além de fortalecer os ossos, está envolvido nos mecanismos de contração muscular e regula batimentos cardíacos saudáveis). 9. Semente de linhaça: o aperitivo pode integrar seus lanches e é uma fonte poderosa de ômega-3, substância que diminui os triglicérides e o mau colesterol. Você bate bater duas colheres de sopa das sementes com sua fruta favorita, adicioná-la no iogurte ou no leite, junto à aveia. 10. Castanhas: vale a de caju, do-pará, nozes, macadâmias, amêndoas... elas são fontes das chamadas gorduras monoinsaturadas, reconhecidas por baixar os níveis do mau colesterol e aumentar os do bom (papel que o azeite também desempenha).

segunda-feira, 19 de julho de 2010

No esporte, roupa vermelha melhora desempenho do atleta

No esporte, roupa vermelha melhora desempenho do atleta
Cor intensifica poder de percepção e causa certa inibição nos adversários
Os chineses devem estar certos em considerar o vermelho a cor da sorte. E agora a ciência assina embaixo ? ao menos para esportistas. Uma pesquisa conduzida pelo Departamento de Psicologia do Esporte da Universidade de Münster, na Alemanha, observou que o uso de roupas dessa cor aumenta as chances de vencer uma disputa. Os cientistas observaram 42 experientes atletas de diversas modalidades durante torneiros usando uniforme vermelho e outros 42 usando azul. Depois de algumas semanas de pesquisa, veio o resultado: os atletas de vermelho tiveram 13% mais vitórias do que os de azul. Segundo os cientistas, isso acontece porque as cores são interpretações do nosso cérebro, que reúne informações das frequências de ondas recebidas e os dados guardados na nossa memória.
Quando nossos olhos vêem a cor vermelha, envia estes estímulos ao cérebro que reage intensificando nosso poder de percepção e causando certa inibição nos adversários.Alguns anos atrás, antropólogos da Universidade de Durham, no Reino Unido, avaliaram os jogos das Olimpíadas de Atenas e também constataram o poder da cor vermelha no desempenho dos atletas. Observando aqueles que tinham o mesmo preparo físico, verificaram que os que usavam uniforme vermelho obtinham melhores resultados.Os cientistas esperam agora desvendar alguns outros mistérios relacionado ao poder das cores no nosso dia a dia, mas outras pesquisas devem ser feitas a longo prazo.

O que você tem é TOC ou mania?

O que você tem é TOC ou mania?
Comportamentos repetitivos são normais, mas podem esconder desvio psicológico
Você só sai de casa com um guarda-chuva azul? Só assiste aos jogos do time do coração em casa? Só beija a bochecha da sua mãe no lado direito? Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) ou é mania? O transtorno é grave, mas virou dito popular para quando a pessoa faz algo sistematicamente, mas até que ponto a mania pode ficar séria? "As manias são comportamentos repetitivos que são motivadas por superstição ou crenças. Todos nós podemos ter manias e isso não gera nenhum efeito em nossas vidas. É algo corriqueiro", explica o psiquiatra da Unesp Edson de Moraes Júnior. Para exemplificar, imagine uma pessoa que ao se levantar da cama, coloca primeiro o pé direito no chão. É algo que acaba virando hábito de tanto que ela faz e, depois de certo tempo, passa a ser automático, quase que involuntário.
O alerta
Com toda a complexidade da mente humana, para além da mania existe o SOC, sintomas obsessivos compulsivos. "Quase todo mundo tem SOC . É quando, por exemplo, a pessoa chega cinco vezes ao dia se a porta do carro está trancada ou se o gás do fogão está desligado. É obsessivo porque ela precisa cumprir esse ritual e compulsivo por causa do número de repetições". O psiquiatra diz que se o SOC não está interferindo muito na rotina da pessoa é perfeitamente normal. Porém, se o SOC se tornar muito intenso e fizer com que a pessoa ocupe boa parte do seu tempo com isso, cuidado. Pode ser o TOC. "O TOC é caracterizado pela presença de obsessões ou compulsões recorrentes e tão severas para fazer com que o paciente passe a ocupar boa parte do tempo com elas, causando desconforto ou comprometimento", esclarece o psiquiatra.
Doença incapacitante
Até bem pouco tempo, o TOC era uma doença rara e pouco estudada. Só os casos mais graves eram reconhecidos. No entanto, hoje se sabe que existem vários níveis do transtorno. Até virou brincadeira em rodinhas de amigos diagnosticar aquele cara sistemático do grupo com TOC. No entanto, o psiquiatra explica que a prevalência desse transtorno na população é baixa: "Não chega a 2% na população brasileira, porém é uma doença incapacitante, pois a pessoa fica refém das suas próprias obsessões". Os comportamentos obsessivos são causados por pensamentos, ideias, impulsos ou imagens que invadem a consciência contra a vontade de forma repetitiva e persistente. "A obsessão leva a rituais para neutralizar esse pensamento. Normalmente é acompanhada de ansiedade e desconforto", diz Edson Capone. A compulsão é realizada como forma a neutralizar ou reduzir os efeitos da obsessão. Os tipos mais comuns de compulsões envolvem a limpeza (das mãos ou da casa), verificação ou controle (fechaduras, gás, chuveiro), repetições (sair, entrar, contar números) e sequência (ordenar roupas por cor). Segundo o psiquiatra, a doença não tem momento para aparecer. "Não se sabe ainda os motivos do desenvolvimento de TOC, mas sabe-se que ele pode aparecer por vários motivos, como um ataque de fúria, depois de um acidente grave, estresse, entre outros". No entanto, os tratamentos costumam ser eficientes no combate ao transtorno. Podem ser somente medicamentosos ou associados à terapia. "A psicoterapia cognitivo-comportamental, que foca nos sintomas, ou a psicodinâmica, que foca a análise psicológica, funcionam muito bem para tratar os pacientes que não conseguem se adaptar ao tratamento medicamentoso", explica o psiquiatra Edson Capone.
SOC ou TOC?
A linha entre o SOC e o tipo leve de TOC é muito tênue, mas em geral a própria pessoa que está sofrendo com a doença sabe que tem algo de errado com ela. "Os pacientes de TOC são críticos do seu problema e consideram seu comportamento absurdo, mas elas não conseguem ter o controle, o que acaba potencializando o sofrimento." Porém, o psiquiatra diz que o TOC é ainda uma doença secreta, já que muitos pacientes sofrem calados por medo do diagnóstico. Já os sintomas obsessivos são corriqueiros em nossas vidas. São pequenos rituais que não te tiram do eixo e que, se eventualmente você não puder fazê-los, não vão gerar nenhum tipo de sofrimento ou penitência. "Enquanto a pessoa com TOC pode gastar até 15 horas concluindo todos os seus rituais, o paciente com SOC não perde nem 10 minutos se tiver distraído com alguma outra coisa". Se você imagina que tem TOC, o mais importante, segundo Edson Capone, é observar o comportamento e notar se você está gastando mais tempo do que deveria com os rituais, se eles estão causando algum tipo de sofrimento ou ansiedade e se está havendo muita interferência nas atividades do dia e nos relacionamentos sociais (afetivos, profissionais, ocupacionais ou financeiros).

terça-feira, 13 de julho de 2010

Discutindo a relação

Discutindo a relação
Dicas para que esta conversa valha a pena
Discutir a relação é comum na vida a dois. Mas antes, vale uma análise individual para que cada um possa se dar conta das perspectivas que assume sobre si e o relacionamento:-Faça um retrospecto do relacionamento e veja desde quando as coisas não vão bem. O que tem prejudicado a relação?-Como as coisas eram e como passaram a ser? -Quais foram/são as suas dificuldades em lidar com tais situações? Quais suas qualidades em lidar com isso? -Quais foram/são as suas dificuldades em lidar com o parceiro desde então? Quais suas qualidades? -Como você se sente em relação ao que aconteceu? Como está sua autoimagem desde então? Qual sua autocrítica a respeito? Como tem se sentido em relação ao parceiro? -Como imagina o relacionamento no futuro? Note que estas são as suas considerações sobre o que aconteceu e acontece. Seu corpo sente e pensa de maneira única assim como seu/sua parceira(o) também tem um corpo que pensa e sente de maneira única. Respeitando suas perspectivas e disposto a respeitar a perspectiva do outro inicie o diálogo. Lembre-se que atitudes de desrespeito provocam no cérebro emocional um estresse que desestabiliza a capacidade de nosso cérebro racional de pensar de acordo com objetivos provocando um ciclo de ataque e defesa.
"No começo pode ser difícil. Mas a comunicação também é uma habilidade, que precisa de treinamento".
Dicas para um diálogo produtivo-Escolha hora e local adequados;-Seja objetivo, sem rótulos ou julgamentos. Expresse seus sentimentos de forma sucinta e coloque o que você deseja. Repito: descreva sem rotular. A descrição tem a ver com a realidade e os sentimentos são só seus. Assim ambos direcionam a conversa sobre eventos reais e compreensão dos sentimentos um do outro; -Já que você trará a sua perspectiva use o "eu" ao invés de "você";-Para se referir ao cônjuge use o nome dele. Quando ouvimos nosso nome o corpo dá mais atenção;-Mantenha um tom compreensível, assim o cérebro racional fica mais sincronizado com o cérebro emocional;
Exemplo sem efeito: "Eu já disse três mil vezes pra não deixar a toalha molhada em cima da cama. Você é surdo ou o que eu digo não tem importância nenhuma?" Prefira: "Eu já disse várias vezes que não quero que você deixe a toalha molhada em cima da cama e mesmo assim, você continua deixando. Isso me deixa aborrecida e cansada. Eu preciso sentir que posso contar com você." No começo pode ser difícil. Mas a comunicação também é uma habilidade, que precisa de treinamento. Com o tempo você vai se sentir mais confiante e o melhor, poderá viver o melhor do relacionamento, sem o desgaste das discussões.

Conheça a si mesmo

Conheça a si mesmo
Para ser feliz, é preciso enterder como nos tornamos o que somos hoje


O prazer excessivo das cinco emoções prejudica a energia que protege e nutre os cinco sistemas orgânicos. Quando a energia é abalada, o corpo fica vulnerável a ataques... Yng e Yang se tornam divergentes, os órgãos são mal alimentados; a doença, e até a morte, pode ocorrer depois disso. Clássico de medicina do Imperador Amarelo. Para alcançar qualquer objetivo, é preciso começar a buscá-lo aqui e agora. Se a saúde e a longevidade são suas metas, entenda como você se tornou a pessoa que é hoje. Para começar, você é fusão física e espiritual de seus ancestrais. O histórico médico de sua família é um ponto de partida para conhecer a si mesmo. Os seres humanos são criaturas sociais complexas que evoluem e se adaptam às mudanças externas. Todas as relações que você mantém com pais, irmãos, avós, primos, filhos, colegas de trabalho e vizinhos ajudam a modelar sua saúde e sua experiência emocional. É fundamental poder contar com as pessoas à sua volta nessa busca. Todos nós temos um modelo que explica quem somos: você é irritado e animado, ou tranqüilo e comedido? Temos também a responsabilidade de controlar nossas tendências. Quando administramos mal nossas próprias emoções, perdemos o controle. O resultado é estresse, a causa por traz de todas as doenças crônicas. Em contra posição, uma gargalhada espontânea pode estimular o sistema imunológico. Não surpreende que os casais felizes tenham vidas longas e saudáveis. Além da segurança e satisfação emocional proporcionada por um casamento estável, os parceiros colhem os benefícios regeneradores da intimidade sexual. Estudos mostram que os idosos sexualmente ativos são mais felizes do que qualquer grupo etário. Então o que o amor tem a ver com isso? Para ser capaz de controlar a energia desse sentimento, é preciso primeiro cultivar o amor-próprio. Só então é possível amar e ser amado. O amor romântico às vezes é dúbio: ampara aqueles que estão acompanhados, mas castiga os que estão sozinhos. Observa-se que entre casais idosos, quando um morre, o outro logo o segue. O amor universal ou o sentimento mais próximo disso, o amor fraterno já liberta a pessoa da angustia, da separação e do desejo. E promove a sua união à fonte essencial, que é a mesma para todos. A espiritualidade e a fé pessoal são os elixires ocultos da vida. O fortalecimento da ligação com o divino (Deus), não importa a crença religiosa, traz paz interior e aumenta a capacidade de lidar com os problemas da vida. Estude obras espirituais e aplique seu conhecimento para melhorar sua vida. Reze e medite, expresse o amor universal ao se preocupar com o outro sua evolução e não apenas o iluminará, mas lhe acrescentará muitos anos de vida. Em 2010 se questione mais, duvide mais de sua capacidade e se supere em todos os seus objetivos. A palavra para que rege este ano é SUPERAÇÃO em todos os sentidos. Alivie-se dos cárceres emocionais e confie mais em seu potencial. Fonte: Livro - Os Segredos da Longevidade Autor: Dr. Maoshing Ni

Desvendando os mitos das dietas



Desvendando os mitos das dietas
Não adianta se desesperar: emagrecer leva tempo
"Dieta de Hollywood", "Emagreça dormindo"... Com tantos produtos e dietas sendo lançados, todos os dias, fica difícil saber qual o melhor caminho para emagrecer e preservar a saúde. A equipe do Citen acredita e defende a idéia de que emagrecer é possível e prazeroso. Pode, inclusive, ser duradouro e até definitivo quando encarado com a maturidade de quem quer ser saudável para ser belo. A perda de peso ocorre com qualquer dieta de baixas calorias, mas a perda de peso duradoura só ocorre com dietas balanceadas e conhecidas de todo o mundo acadêmico.Persistência e calma são necessárias para quem está tentando emagrecer. Fuja da tentação do emagrecimento fácil, "em apenas 1 semana", "em 3 dias". Desmistifique suas idéias sobre o processo de emagrecimento:
Pular refeições é uma boa forma de emagrecer?
Quando pulamos refeições, permanecemos em jejum por um longo período. Isso é prejudicial em vários aspectos. Primeiro, porque dificilmente vamos conseguir comer corretamente na próxima refeição, uma vez que podemos estar com muito mais fome e seremos menos seletivos em nossa escolha alimentar. Segundo, porque nosso organismo reage ao jejum com redução do gasto calórico e, conseqüentemente, isso dificulta a perda de peso.
É possível emagrecer comendo tudo o que se deseja.?
Todas as vezes que escolhemos alimentos mais calóricos, devemos reduzir o volume ingerido para conseguir perder peso. Às vezes, a redução de calorias inviabiliza a dieta, pois o pequeno volume ingerido nos causa muita fome. Por outro lado, é impossível aderirmos a um plano dietético, abolindo nossos alimentos prediletos. Por isso, a dieta deve sempre ser individualizada e discutida com o paciente.
Comer depois das 20:00 causa ganho de peso?
sim, O maior problema é o excesso de alimentos, à noite, e sua influência na qualidade da digestão e do sono noturnos.
Certos alimentos, como berinjela, sopa de repolho e suco de limão podem queimar a gordura corporal e fazer perder peso rapidamente?
Não há alimentos que queimam gorduras. Todo alimento que será metabolizado pelo organismo causa um gasto energético, mas isso não causa perda de peso. O efeito das sopas na perda de peso deve-se ao fato de serem refeições pouco calóricas. Por outro lado, são frugais e de absorção muito rápida, podendo predispor a sensação de fome precoce.
Comer carne vermelha é ruim para a saúde e tornará mais difícil a perda de peso?
Não há alimento ruim, há dieta ruim. A carne vermelha é um componente muito importante para a nossa saúde, uma vez que contém ferro em sua forma de mais fácil absorção. Os riscos para a saúde são o fato de algumas delas serem fontes de gorduras saturadas, em geral, e de colesterol, em particular, e nesse caso, serem muito calóricas.
Fast foods sempre são uma escolha inadequada para a saúde e devem ser evitados durante a dieta?
Esses alimentos são, realmente, na maioria das vezes, inadequados à saúde. Isto, no entanto, não os tornam abolidos do cardápio. Hoje, preocupa-nos muito o grande consumo destes alimentos entre as crianças e adolescentes nas cantinas das escolas e nos almoços dos executivos e trabalhadores das grandes cidades.
Pouca gordura ou sem gordura significa que o alimento não tem calorias?.
Geralmente, as gorduras são os macronutrientes mais calóricos (9 calorias/grama) quando comparamos com as proteínas e carboidratos (4 calorias/grama). Então, os alimentos sem gorduras ou com baixo teor de gorduras têm menos calorias. Isso não significa que não contêm calorias.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Drenagem linfática? A gente responde suas dúvidas

Drenagem linfática? A gente responde suas dúvidas
Ela é o truque de muita celebridade para driblar a retenção líquida e a celulite. Mas, afinal, esse tipo de massagem dá resultado? Dói? Onde e com quem fazer?
Qual o objetivo dessa massagem? Esse tipo de manipulação ajuda o sistema linfático a trabalhar melhor – ou seja, filtra o excesso de líquido e toxinas que ficou retido nos tecidos, devolvendo-o ao sistema circulatório, como se fosse um “saneamento básico” do nosso corpo. Na prática, com esse processo funcionando a todo o vapor, é possível diminuir o inchaço, melhorar a circulação e, consequentemente, a aparência da pele, reduzindo celulite, gordura localizada e até acne, rugas e flacidez. Quem pode fazer? A drenagem vai trazer benefícios principalmente às mulheres que se queixam de retenção líquida, cansaço nas pernas e até dor no bumbum e nas coxas, área onde a celulite costuma aparecer. Também funciona para quem se sente muito inchada na TPM (algumas vezes, a balança indica até 4 quilos a mais nos dias que antecedem a menstruação!) e para as gestantes. Mas, de uma forma geral, todo mundo pode fazer, com exceção de mulheres que sofrem de doenças infecciosas e câncer. Por que a drenagem é indicada depois de algumas plásticas? Em qualquer cirurgia, por causa do trauma, há um processo inflamatório que gera um excesso de líquido fora dos vasos e das células, causando edema (inchaço). Daí, a recomendação da drenagem depois da lipoaspiração e do implante de próteses de mama, entre outros procedimentos, sempre após a liberação médica. O profi ssional que faz a massagem deve ter especialização nessa área, pois é necessário um cuidado maior com a pele, a cicatriz e até com a prótese para não haver deslocamento. Costuma doer? A metodologia estudada e consolidada da drenagem linfática segue três princípios: pressão moderada, ritmo e direção (sempre das extremidades do corpo para o centro dele). Não costuma doer – a menos que você tenha muitos nódulos de celulite – nem deixa o corpo roxo. Pelo contrário: os deslizamentos sobre a pele são suaves e superficiais, pois a intenção é conduzir a linfa até pontos estratégicos localizados nas virilhas, axilas e atrás dos joelhos – canais onde as toxinas serão filtradas e enviadas ao sistema circulatório. Quando a massagem é muito vigorosa pode até haver o rompimento dos vasos linfáticos e, assim, invalidar a proposta da técnica. Posso combinar a drenagem com outro tipo de massagem, como a turbinada ou modeladora? Sim, Na modeladora ou turbinada, é necessário atingir a camada de gordura, mais profunda, e ativar a circulação, o que é feito por meio de movimentos fortes. Já a drenagem requer suavidade. Para usufruir do benefício das duas, o melhor, então, é fazê-las em dias diferentes. Como sei que o tratamento está dando resultado? Essa percepção varia muito para cada pessoa. Mas a drenagem bem feita aumenta a vontade de fazer xixi logo após a sessão e ao longo do dia. Algumas mulheres contam que o intestino passa a funcionar melhor. Você também pode avaliar o resultado a longo prazo, observando se as pernas ficam menos inchadas no final do dia, se vasinhos e microvarizes diminuem e se as roupas estão mais folgadas, principalmente na TPM. Quantas sessões devo fazer? Drenagem é como alimentação saudável: tem que adotar para o resto da vida, pois o efeito termina quando você suspende o tratamento. Mas, como custa caro e nem sempre dá para fazer massagem para sempre, vale comprar um pacote de dois ou três meses (oito ou 12 sessões, duas vezes por semana). Nesse intervalo de tempo, é possível medir o resultado e decidir se você quer continuar a investir na técnica. Nos casos mais específicos, como após uma cirurgia, o número de sessões é pré-programado e varia de acordo com a evolução da paciente. Como escolher um bom profissional? Hoje em dia, a oferta desse tipo de massagem é muito grande – todo mundo diz que sabe fazer e diversos tipos de estabelecimentos (clínicas, salões, academias) oferecem o serviço. Por isso, precisamos ficar atentas na escolha do local e do profissional não só para garantir a nossa segurança mas também o resultado. O ideal é procurar um especialista habilitado, de preferência um fisioterapeuta ou esteticista que tenha diploma reconhecido pelo MEC (pergunte a formação dele!). Assim, você tem certeza de que ele estudou anatomia e fisiologia e sabe realizar os movimentos corretamente. Também fique de olho na limpeza do local e na higiene dos materiais usados: maca, lençóis e toalhas limpinhos demonstram o cuidado que o profissional tem com você.

Escalda-pés


Escalda-pés
Quer deixar seus pés mais macios e bonitos? Aposte nos tratamentos feitos em casa


Para que serve?Quando o assunto é cuidado especial para os pés, logo pensamos em sessões de pedicure e podólogo. No entanto, você pode dar um tratamento VIP para os seus pezinhos sem sequer sair de casa: que tal apostar em um escalda-pés?
No inverno
Durante a estação mais fria do ano, é comum que a gripe e o resfriado venham nos incomodar. Para evitá-los ou amenizar seus sintomas, você pode preparar um escalda-pés bem quentinho e mergulhar os pés até a altura do tornozelo. De acordo com a medicina chinesa, ao aquecer essa região ativamos as defesas do corpo e relaxamos os músculos, o que ajuda a aliviar as dores no corpo, típicas da gripe. O ideal é manter os pés na água bem quente, mas suportável, de 5 a 15 minutos. Para não pegar friagem, após o tratamento, seque-os e vista uma meia bem grossa.
No verãoNos dias quentes a temperatura sobe e os pés também merecem cuidados: andar descalça na grama ou na areia e pisar no chão quente da beira da piscina ajuda a engrossar a sola dos nossos pezinhos. Nesses casos, o escalda-pés pode ser feito com leite morno - o suficiente para cobrir apenas as solas, que amolece as células mortas e facilita a remoção delas


Tratamento VIP
Se você gostou da idéia do escalda-pés, seja para evitar as gripes e resfriados ou apenas para cuidar dos seus companheiros e relaxar, experimente esta receita.Você vai precisar de: • 1 1/2 litro de água quente• 2 col. (sopa) de sal grosso• 1 col. (sopa) de leite integral em pó• 1 col. (sopa) de óleo para banho (ou óleo de amêndoas doces)• 10 gotas de lavanda para bebê• Hidratante de sua preferência
Como fazerMisture todos os ingrediente na água e mergulhe os pés. Mantenha-os sob imersão por 15 minutos. Depois, massageie-os ainda molhados e, após secos, aplique um hidratante. O ritual pode – e deve! - ser repetido uma vez por semana.
Turbine seu escalda-pésAlém de relaxar e evitar gripes e resfriados, se combinado com certas ervas e essências, o escalda-pés pode trazer ainda mais benefícios. Veja o que algumas combinações podem fazer por você.
. Chapéu-de-couro: a erva potencializa o poder do escalda-pés de combater as dores nas articulações. . Canela: essa especiaria ameniza as dores lombares e aumenta a libido. . Gengibre: a planta é ótima para acabar com o resfriado.. Lavanda: a erva tem um grande poder de relaxamento.

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Nutricosméticos, nutracêuticos ou polivitamínicos?

Nutricosméticos, nutracêuticos ou polivitamínicos?
Você sabe a diferença entre cada um deles?
Atualmente, muito se fala em alimentação saudável. E quando se fala em rejuvenescer a pele, há inúmeras opções no mercado. Tendências mundiais indicam produtos diferenciados como cosméticos funcionais e inovadores capazes de mostrar seus efeitos no que diz respeito ao fotoenvelhecimento e envelhecimento cronológico. Sabemos que a pele é o reflexo de nosso organismo, aliás, um organismo saudável reflete em beleza na pele, nos cabelos, auto-estima e, como não poderia deixar de ser, melhor qualidade de vida. Partindo desse princípio, a indústria cosmética e alimentícia investe muito nessa era do bem-estar, com a finalidade de promover a beleza de dentro para fora. Seja bem-vinda a esse mercado mágico, que não para de crescer e de mostrar seu potencial. Hoje são tantas opções expostas em pontos de venda e em farmácias que facilmente ficamos em dúvida com relação à melhor escolha. Veja abaixo a descrição do que o mercado nos oferece.
Nutricosméticos: surgiram com o conceito de nutrir a pele de dentro para fora por meio da ingestão de cápsulas e sprays da beleza ricos em propriedades antioxidantes e com vitaminas B, B5, H, C e E, coenzima Q10, chá verde, isoflavonas e colágeno hidrolisado entre outras substâncias. Seu uso gradativamente melhora a função orgânica do organismo, sendo benéfica ao nosso metabolismo. Alimentos funcionais: são alimentos ou ingredientes isolados capazes de produzir efeitos metabólicos ou fisiológicos benéficos à saúde, além de suas propriedades nutricionais.As substâncias biologicamente ativas encontradas nos alimentos funcionais podem ser classificadas em: probióticos - microrganismos vivos que podem ser agregados como suplementos na dieta, afetando de forma benéfica o desenvolvimento da flora microbiana no intestino - e prebióticos, fibras não digeríveis, porém fermentáveis, com a função de mudar a atividade e a composição da microbiota intestinal para promover a saúde. Um bom exemplo é o Yakult e o Danone Activia.
"Suplementos alimentares ajudam a rejuvenescer a pele."
Nutracêuticos: o uso de nutracêuticos iniciou-se na década de 60 quando os primeiros estudos comprovaram que o consumo de gordura e açúcar fazia mal a saúde.Desde então, pesquisas não pararam mais e daí por diante foram lançados no mercado produtos com baixo valor calórico, baixo teor de açúcares e gorduras, altas concentrações de vitaminas, proteínas, etc. Os nutracêuticos são alimentos ou parte dos alimentos que apresentam benefícios à saúde, incluindo a prevenção e/ou tratamento de doenças. Podem abranger desde os nutrientes isolados - passando por suplementos dietéticos - até produtos projetados, produtos herbais e alimentos processados.
Suplementos alimentares: são produtos alimentícios na forma de tabletes, farinha, géis ou líquidos que fornecem vitaminas, minerais, ervas ou outros compostos botânicos, além de aminoácidos ou substâncias dietéticas. Aqui se enquadram as barras de cereal, que são encontradas em diversos sabores nas apresentações diet e light, e bebidas que fornecem energia para o corpo. Polivitamínicos: são suplementos vitamínicos indicados a indivíduos que não conseguem ingerir a quantidade ideal de nutrientes por meio da dieta diária. Eles completam a dieta suprindo as necessidades de nutrientes.

Conquiste cabelos de estrela com as dicas dos experts da beleza

Conquiste cabelos de estrela com as dicas dos experts da beleza
Cabeleireiros das famosas entregam os segredos para ter cabelos bonitos e saudáveis
Ter um cabelo digno da atriz que estampa a capa da revista ou que protagoniza a novela das 8 é o sonho de muitas mulheres. Para alcançar esse objetivo, são necessárias pelo menos duas coisas: um bom profissional para cuidar das suas madeixas e disciplina para seguir a cartilha dos cuidados necessários para manter os fios saudáveis e bonitos no dia a dia. O cabeleireiro Wanderley Nunes - proprietário do Studio W e responsável pelo visual de celebridades como Claudia Raia, Letícia Spiller e Giovanna Antonelli - e o cabeleireiro Alê de Souza, que cuida das madeixas das globais Taís Araújo, Juliana Paes e Mariana Ximenes, entregam os segredos delas para terem cabelos de arrasar.Lave do jeito certoNada de lavar as madeixas em água quente e torcer os fios para retirar o excesso. O ideal é lavá-los em água morna ou fria e secá-los com a toalha. "A escolha do xampu adequado também faz muita diferença na hora de tratar os cabelos, por isso, prefira sempre aquele que é feito para o seu tipo de cabelo", explica Alê de Souza.
HidrataçãoPara Wanderley Nunes, de nada adianta ter um corte moderno ou a cor ideal para o seu estilo se o cabelo estiver quebradiço e ressecado. "A hidratação é fundamental para qualquer tipo de cabelo, o que vai mudar é a frequência e o produto usado. Não dá para pintar, escovar ou cortar sem antes passar por uma boa hidratação", diz ele.Estilo O segredo não está no corte da moda, mas na imagem que ele passa. "Uma mulher poderosa e com atitude. Essa é a impressão que o corte de cabelo do momento deve passar", avalia Wanderley. "A tendência é uma mulher com cara de independente e decidida". Mas, para ganhar uma expressão marcante, é preciso acertar na escolha do corte: "Muitas vezes, os cabelos não são esteticamente bonitos, mas a pessoa usa aquilo com tanta personalidade, que fica lindo". De acordo com Alê de Souza, o look do momento é cheio de ondulações que devem parecer naturais. "Nada de exageros e laquês, o certo é um cabelo leve, cheio de ondas e naturalidade", explica ele.
CortesOs fios mais curtos são a sensação do momento, embora as madeixas mais longas garantam o ar romântico para o verão. Em ambos os casos, a base é reta e os cabelos com bastante movimento. Alê também aposta na inovação: "O clássico e o romântico nunca saem de moda, mas uma inovada com repicados e curtos também faz toda a diferença", conta Alê. Cores Para não errar no tom, fique de olho nestas dicas de Wanderley Nunes: Pele branca ou rosada: quem tem a pele mais clara pode experimentar e ousar nas cores, porém, cuidado para não exagerar. Os loiros, acobreados claros ou castanhos ficam bem. Evite os tons vermelho escuros, puxando para o vinho, que não combinam com peles muito claras. "Caso a mulher tenha a pele clara e olhos muito escuros, o louro também pode não cair muito bem e ficar com aspecto artificial", explica Wanderley.Morenas: o conselho de Wanderley para quem tem pele morena é escolher tons castanhos ou acobreados escuros para as tonalidades combinarem com a pele sem criar muito contraste, isso realça a beleza natural e dá um tom natural.
Negras: "valorize a beleza negra com tons acobreados, preto ou castanho", recomenda o cabeleireiro. Segundo Wanderley, as negras não combinam com os tons louros, principalmente se os seus cabelos forem muito crespos. "O resultado final não é nada natural", explica. Para todas: o conselho de Wanderley para a vida inteira é: "Após os 40 anos, use cores claras nos fios para deixar a expressão mais leve e iluminada."